‘Virar a página, derrotar Bolsonaro’,afirma Guilherme Boulos, em Rio Preto

Guilherme Boulos durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 4, em Rio Preto

O candidato a deputado federal Guilherme Boulos (Psol) afirmou nesta quinta-feira, 4, em Rio Preto, que derrotar o presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições de outubro é uma prioridade. Boulos esteve na cidade a convite do vereador João Paulo Rillo (Psol), também candidato a Câmara Federal, para participar de encontro com apoiadores.

Boulos diz que o Brasil passa por um “pesadelo” e que o grupo de centro esquerda pretende eleger o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para que a agenda política do país tenha como pautas temas como democracia, geração de emprego e renda.

“Virar a página. Derrotar o Bolsonaro. Retirar as pautas de ódio, violência. Hoje só se fala em urna eletrônica, golpe. Vamos fazer todos os esforços para eleger Lula”, afirmou.

Para ele a eleição de nomes ligados ao Psol para compor Assembleia Legislativa e o Congresso Federal é de extrema importância, para que as agendas populares avancem. “Em me tornei candidato a deputado federal nesta perspectiva. Não basta eleger o presidente da República e manter o Congresso na mão do centrão, do Arthur Lira”, diz.

Sobre a candidatura de João Paulo Rillo (Psol) também a Câmara Federal, Boulos admite que em caso de uma votação expressiva, os votos poderão ser divididos pela bancada do partido e beneficiar a eleição de Rillo. “O Rillo é presidente estadual do Psol tem um papel chave em várias batalhas em Rio Preto, uma referência política que a gente acha essencial para qualificar o debate no Congresso. Vim para Rio Preto para fortalecer a campanha do João Paulo Rillo”.

Guilherme Boulos afirmou ainda que Rio Preto é fundamental para os planos da esquerda e que a votação expressiva de 2018 para candidatos ligados ao bolsonarismo não vai mais se repetir. “Aqui em 2018 o Bolsonaro teve uma forte votação vendendo a ideia de ele ia acabar com a corrupção, mamatas em uma campanha cheia de fake news. Eu hoje sinto que há uma insatisfação, desejo de mudança. O cara que ia acabar com a corrupção, é o cara da rachadinha, do filho com casa de R$ 6 milhões. O interior e Rio Preto vão ter um papel decisivo”.

Guilherme Boulos é presidente do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST), foi candidato a presidência da República em 2018, a prefeitura de São Paulo em 2020 e abriu mão de uma nova disputa a presidência para declarar apoio a Lula e concorrer a uma vaga na Câmara Federal.

 

Raphael Ferrari – Dhoje Interior