Vigilância divulga mudanças após reclassificação para fase laranja

A gerente da vigilância sanitária Miriam Wonk anunciou durante a live desta sexta-feira (15) as mudanças em Rio Preto após a reclassificação para a fase laranja do Plano São Paulo. As alterações entram em vigor a partir de segunda-feira (18).

Todas as atividades não essenciais terão o horário reduzido de dez horas diárias para oito, devendo ser entre 6h e 20h. Bares não poderão realizar atendimento presencial, somente atividades internas e entregas à domicílio. Já os restaurantes podem funcionar, mas com a capacidade reduzida para 40% e até às 20h.

Dhoje Interior

“Bares, de acordo com regulamentação estadual, são todos os estabelecimentos que tem atividade predominante de bar, ainda que exerça atividade restaurante, lanchonete ou outra atividade. Ou seja, é estabelecimento que predomina a venda de bebidas alcóolicas para consumo no local”, afirmou Miriam.

Ela também falou sobre as alterações nas atividades de ensino. “Na fase amarela estávamos com a capacidade de 70%, agora foi para 35% na educação infantil, fundamental e ensino médio. Os cursos de nível superior, menos os cursos da área de saúde, estão com as aulas e atividades suspensas na fase laranja”, comentou.

. Qualquer tipo de festa está proibida. Os buffets poderão funcionar apenas como restaurantes. Reuniões em assembleia e locais de trabalho deverão ser limitadas a 25 pessoas. “Os eventos que já foram autorizados poderão ser realizados ainda, porém os que não foram ainda avaliados e os que estão ainda por vir só poderão comportar 25 pessoas”, afirmou Miriam Wonk.

As academias, salões de beleza, barbearias e o comércio em geral deverão ter a ocupação máxima de 40%. O Sincomercio divulgou que o comércio no centro e de ruas funcionará de segunda a sexta, das 9h às 17h e de sábado das 8h20 às 14h. Os shopping ficarão abertos de segunda à sábado das 12h às 20h e de domingo das 14h às 20h.

Clubes recreativos não tiveram alteração, permanecendo o limite de público em 40%. Templos religiosos também não terão mudanças de horário.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior