Vereadores se manifestam sobre investigação

Foto Divulgação

A reportagem do DHOJE ligou várias vezes, nesta terça-feira, para o deputado Vaz de Lima, presidente da Executiva local do PSDB, mas ele não atendeu ao celular, para falar
sobre a investigação da Lava Jato envolvendo o ex-ministro, ex-chanceler e ex-senador
Aloysio Nunes, uma das maiores lideranças do partido.

Para o vereador petista Marco Rillo, “a relação do Aloysio Nunes, PSDB, Paulo Preto (Paulo Vieira de Souza) e Dersa (empresa de desenvolvimento rodoviário do governo) é antiga. Todos sabem que o Paulo Preto é o arrecadador, inclusive com empréstimo para o Aloysio comprar um apartamento. Agora acabou o foro privilegiado dele. O PSDB vai começar a entrar no Paraná”.

Dhoje Interior

Anderson Branco, do PR, disse que “é uma operação que vem do outro mandato, com Michel Temer de presidente. Não dá para julgar nem para um lado e nem para o outro, mas se está em investigação deve ter algo. No meu ponto de vista, com o novo governo e o ministro da Justiça, Sergio Moro, estão acelerando as investigações que estavam ‘emperradas’ no governo anterior. Agora está nas mãos da Justiça”.

 
Por Vinícius MAIA