Vereadora quer campanha contra importunação sexual no transporte coletivo de Rio Preto

Vereadora Karina Caroline, autora da proposta. (Foto - Cláudio Lahos)

A vereadora Karina Caroline (Republicanos) protocolou nesta sexta-feira, 5, projeto de lei para que a Prefeitura de Rio Preto garanta ações permanentes de informação, prevenção e de combate à importunação sexual no transporte coletivo, terminais e miniterminais urbanos de Rio Preto.

A proposta determina que as secretarias e órgãos competentes do Executivo deverão promover a campanha entre outras ações a de “exposição de cartazes, imagens nas telas de vídeo ou peças publicitárias de divulgação, nos terminais de ônibus, miniterminais e nos veículos de transporte público, contendo instruções às vítimas para identificação do agressor e contatos dos órgãos de denúncia”, diz o texto.

Ainda prevê a oferta de cursos de capacitação e treinamento para os trabalhadores do sistema de transporte coletivo, a fim de orientar os passageiros sobre como agir nos casos de importunação sexual.

“Ficam autorizados os motoristas, cobradores ou funcionários de terminais de ônibus e dos veículos do transporte público municipal a acionar os órgãos de segurança pública competentes nos casos de importunação sexual, para que prestem auxilio inicial”, diz o projeto.

Karina afirma que o objetivo é tornar o combate ao crime de importunação sexual no transporte público uma ação permanente em Rio Preto. Rio Preto. “Campanhas temporárias são importantes, mas entende-se que esse crime é cometido com muita frequência, razão pela qual é necessário que haja atenção constante do Poder Público sobre essa situação”.

“Muitas mulheres passam por essa violência em silêncio porque não sabem o que fazer ou até mesmo por vergonha de se manifestarem”, diz a parlamentar.

O projeto ainda não tem data para ser analisado.

Raphael Ferrari – Dhoje Interior