VEJA OS VÍDEOS: Profissionais da saúde da rede municipal de Rio Preto relatam dificuldades em campanha nas redes

A Secretaria de Saúde de Rio Preto, em parceria com a Secretaria de Comunicação, lançou uma campanha para as redes sociais mostrando o apelo de profissionais de saúde da rede municipal para que a população cumpra as medidas de distanciamento social.

Segundo o secretário de saúde Aldenis Borim, Rio Preto está com 98% de ocupação nos leitos de UTI e 100% de ocupação só para pacientes SUS. O município tem pedidos de transferência de 69 pacientes de enfermaria e 71 de UTI.  “A situação é crítica, extremamente crítica e se não houver colaboração de todos, a situação ainda vai piorar mais”, comentou.

Dhoje Interior

Um dos vídeos divulgados é da gerente da Unidade Respiratória do Solo Sagrado, Simone Vasconcelos Braga. A UBS é a que realiza mais atendimentos de pacientes com suspeita de Covid-19 na cidade. “Peço para que respeitem o isolamento social, passem álcool gel e usem a máscara de forma adequada. Estamos trabalhando desde 2020 nessa luta e estamos muito cansadas. Agora, teve um aumento muito grande na demanda , os pacientes estão aguardando mais de cinco horas e para internação até 24 horas”, comentou.

A campanha ainda conta com três outros vídeos de relatos de profissionais da saúde.

Austa

Com quase seis mil atendimentos e um ano e 1.100 internações em UTIs, o Hospital Austa também aderiu a campanha da Saúde. Só nesta quinta-feira (11) são 86 pessoas internadas no hospital com Covid-19.

“Não só nosso Grupo Austa, mas todas as instituições da cidade e região, públicas e privadas, chegaram ao limite. Os profissionais de saúde estão exaustos. São cada vez mais escassos os leitos, equipamentos e recursos para atender mais pacientes”, afirmou Luciana Rocha, gerente de Marketing e Comunicação do hospital. “Precisamos que todos entendam a importância de cumprir as recomendações dos órgãos competentes”, completa.

As medidas recomendas são:

– Não aglomerar. Manter distanciamento social

– Usar máscara em ambiente externo e interno

– Sair de casa apenas se for realmente necessário

– Lavar as mãos várias vezes ao dia e usar com frequência álcool gel

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior