Bruno dá sequência à vida política da família Marinho das Bombas

Bruno Marinho das Bombas, foi assim que Bruno se apresentou para a primeira eleição de vereador em 2020 e ganhou com 2.712 votos, pelo Patriota. Filho do ex-vereador José Carlos Marinho, mais conhecido como Marinho da Casa das Bombas, que foi vereador em Rio Preto por quatro mandatos seguidos, Bruno fala do legado da família em relação à política.

Casado com a mulher que começou a namorar ainda na época da escola, candidato pela primeira vez e já eleito, Bruno é o entrevistado deste domingo no DHoje.

Dhoje Interior

DHoje – Porque resolveu entrar para a política e se candidatar a vereador?

Bruno – Quanto a entrar na politica, digo sempre que todos nós somos políticos, mas nem todos atuam na politica. Por ter um ótimo exemplo dentro de casa, me espelhei e resolvi desde muito novo seguir esse caminho. Por isso, me preparei acompanhando e estudando muito, e nessa ultima eleição, em família, decidimos por eu ser o candidato.

DHoje – Qual a sua formação? Atua nesta área?

Bruno – Sou Advogado por formação academia de Direito, mas atuo no comercio desde os 14 anos;

DHoje – Você é o terceiro vereador mais jovem eleito nos últimos 20 anos, como você vê a pouca aderência dos jovens na política?

Bruno – Na realidade, a pouca participação dos jovens, ao meu ver, se dá pela pouca abertura de espaço. Muitos se sentem interessados, mas encontram muitas portas fechadas. Pretendo auxiliar nessa mudança de visão. Sei que não fui o mais jovem no âmbito geral, mas sei que sou o vereador eleito mais jovem da história de São José do Rio Preto longe dos movimentos da esquerda. Até por isso, a escolha do partido pra mim foi muito importante, tenho orgulho em dizer que sou Patriota.

DHoje – Qual a importância da política pra vida?

Bruno – Todos sabem que a politica decorre justamente do convívio entre as pessoas. Se ela for levada a sério e norteada pelo interesse publico, ela auxilia muito na vida das pessoas. Agora se for para o outro lado, só atrapalha.

DHoje – Há algum projeto em mente que envolva mais os jovens na sua gestão?

Bruno – A pandemia tem atrapalhado muito esse início, mas, assim que possível, já iniciaremos muitas ações de divulgação e incentivo ao jovem na politica, agregado a tentativa do Primeiro Emprego, Capacitação, Valorização e União.

DHoje – Está preparado para exercer o seu mandato?

Bruno – Muito Preparado. Se eu não tivesse plena convicção disso, jamais seria candidato. Muitos sempre falam em mudança, mas, ao meu ver, se não for uma mudança positiva, de nada adianta. Por isso, digo que renovar com qualidade é sempre o rumo correto.

Por Andressa ZAFALON – Redação jornal DHoje Interior