Setor Cultural e de Eventos poderá funcionar na fase Amarela

O governo do Estado de São Paulo trouxe mudanças importantes para o setor Cultural, antecipando a possibilidade de abertura de alguns setores já na Fase 3 (Amarela) do Plano São Paulo.  A mudança foi anunciada nesta sexta-feira (3) pela secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

Segundo a secretária, em um primeiro momento, os eventos com públicos poderão acontecer com capacidade de 40%, desde que seja com todo o público sentado e o seu funcionamento limitado a seis horas diárias – respeitando os protocolos de higiene e distanciamento e controle na entrada das pessoas, vendas de ingressos exclusivamente on-line e o uso obrigatório de máscaras.

Dhoje Interior

Sem consumo – No caso de cinemas e outras espaços fechados, será proibida a venda de alimentos e bebidas.

Quarentena – Para essas atividades poderem voltar a funcionar, será necessário que a região esteja na fase Amarela por 4 semanas consecutivas. Com isso, no caso da nossa região que está na fase Laranja, será necessário subir uma fase e a partir deste momento contar quatro semanas.

O novo regramento vale para cinemas, teatro, salas de espetáculos, museus, galerias, acervos, centro culturais, bibliotecas, eventos culturais. Esse regramento valerá para eventos em geral e convenções.

Aumento da capacidade – Somente quando a região chegar à fase Verde e se manter nela por quatro semanas consecutivas, a capacidade será ampliada para 60%, podendo ter eventos com público em pé. Os demais regramentos serão os mesmos.

Por Sérgio SAMPAIO – Da Redação Jornal DHoje Interior