SAÚDE E SEXUALIDADE – As respostas do corpo feminino ao prazer

O corpo feminino todo se altera durante o sexo , Aliás, antes e depois também, mas é na fase das sempre amadas preliminares que as mudanças mais perceptíveis acontecem. A meta, é claro, é preparar tudinho para a penetração e o orgasmo

Os batimentos cardíacos ficam acelerados.

Dhoje Interior

A frequência cardíaca normal, varia entre 60 e 100 batimentos por minuto em cada pessoa, no inicio do sexo as maravilhosasss preliminares  o cérebro recebe uma informação  que a experiência  é boa e gostosa, levando o coração, a trabalhar mais. Algumas mulheres passam de 120 batimentos por minuto.

  • A respiração se altera.

O número de respiração  sobe de uma média de 14 para até mais de 20 vezes por minuto para que haja mais   oxigênio a todas as células do corpo feminino.

 Os seios mudam .

·         Os mamilos ficam mais duros , a aréola aumenta de tamanho , o bico do seio fica arrepiado e ficam bem mais sensíveis ,algumas mulheres tem a  possibilidade de

Dilatação dos vasos sanguíneos.

Os vasos sanguíneos ficam mais dilatados , o sangue se concentra mais na vulva e vagina o clitoris aumenta de tamanho e fica mais sensível ,

A cor da maças do rosto ficam mais vermelhas  , os lábios também

. Dilatação da pupila.

No processo do sexo, o aumento do tamanho dos olhos é uma resposta de 100%, sem o controle razoável das mulheres. A mesma coisa acontece quando estamos apaixonados e olhamos profundamente nos olhos de uma pessoa obcecada.

. A temperatura corporal aumenta.

Isso acontece por todo o corpo, mas a sensação na pele é muito forte, porque a expansão causada pelos vasos sanguíneos bombeia mais sangue – como resultado, as mulheres se sentem aquecidas mais fogosas e quentes .

. Os lábios vaginais aumentam o tamanho e mudam de cor.

O sangue desce para vagina e vulva . Então, os lábios incham e o máximo pode ser duplicado. A cor, por sua vez, torna-se mais avermelhada.

  • Dilatação da vagina.

E isso acontece tanto em comprimento quanto em diâmetro. O tamanho varia de mulher para mulher, mas é isso  para acomodar pênis de qualquer tamanho.

Nas preliminares, haverá um fenômeno semelhante ao suor. À medida que você recebe mais sangue, a temperatura interna do tubo vaginal aumenta. Isso produz um líquido como o suor: a parede do tubo começa a pingar, ajudando a criar um efeito lubrificante. À medida que o clitóris incha, é um “sinal” de que o corpo está pronto para penetrar..

  • O útero se move

Para a fertilização, o colo do útero é elevado e sutilmente reposicionado para que possa aceitar melhor o esperma. Os organismos femininos produzem mudanças mais naturais durante o sexo.

  • Os hormônios funcionam a toda velocidade.

Neste ponto, não apenas o estrogênio e a testosterona, mas os hormônios sexuais. Atualmente, a adrenalina que acelera o coração até os neurotransmissores responsáveis ​​pelo prazer e bem-estar (como serotonina, endorfinas e oxitocina) estão começando a funcionar.

  • Nossa capacidade de distrair está diminuída.

Em outras palavras, as mulheres, como os homens, não podem prestar tanta atenção ao ambiente como faziam antes do sexo. Foco no centro, cabeça mais leve

  • . Aumente a salivação.

É fácil perceber quando o corpo está com excitação máxima : até a saliva da boca muda. É como se um parceiro sexual ou a própria expectativa do sexo o fizesse ter agua na boca  Isso é muito óbvio quando comparamos um beijo quente a um morno.

O cheiro do corpo muda.

O cheiro em todo o corpo da mulher muda durante a relação sexual, mas é mais pronunciado nas principais áreas sexuais – seios, nádegas, coxas, lábios e vagina – e durante o período de fertilização, quando as mulheres ovulam.

O ponto G pode atingir o tamanho de uma amêndoa. Como o clitóris, seu tamanho pode ser duplicado. É mais fácil encontrar e estimular sozinho ou com parceiro, certo?

Beijos até a próxima