Rodrigo Garcia assina filiação ao PSDB nesta sexta-feira

O encontro aconteceu com autoridades presentes e também de modo virtual com a participação em telão de membros e simpatizantes do partido, na tarde desta sexta-feira (14) em São Paulo.

Ao lado do Governador João Doria e após 1h45 de live, o vice-governador Rodrigo Garcia assinou a filiação do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira).

Dhoje Interior

“É uma alegria muito grande participar desse momento, passa um filme na minha cabeça. Agradeço a muitas pessoas que me ajudaram no início da carreira, com 20 anos de idade e destaco Mário Covas. Um registro especial também a Geraldo Alckimim, que foi realmente importante nas decisões que eu tive. E, claro, ao Governador João Doria que é um homem competente e honesto e que me fez, não um convite, mas sim uma convocação para estar neste partido”, relata Rodrigo.

O vice-governador disse que encara essa filiação não como uma mudança, mas sim como uma migração. “Deixo muitos amigos no DEM e venho para o PSDB onde eu tenho muitos amigos também Não estou mudando de lado, estou mudando de território. É uma continuidade na defesa do antipopulismo, antinegacionismo, antirracismo e o respeito à vida”, conclui.

Para fechar a celebração de filiação, o mediador chamou o Governador de “João Coragem Doria” que falou em agradecimento a todos os membros, militantes e autoridades que compõem o PSDB nesses 33 anos de existência.

“Rodrigo faz parte agora de um elenco que defende nosso país, nosso estado. Que defende a democracia, o direito e a justiça. Recebemos este jovem (Rodrigo) de braços abertos”, ressalta.

Estavam presentes prefeitos, senadores e deputados, como, por exemplo, o Deputado Estadual Carlão Pignatari, que é da região de Rio Preto e presidente da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo). Carlão destacou a capacidade intelectual do vice-governador e disse que Rodrigo é um político que veio para ficar. “Inteligente como político e gestor público. Veio para ficar”.

No fim do ato de filiação, a pedido do Governador João Doria, todos os presentes ficaram em pé e ofereceram uma salva de palmas ao Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que está no hospital se tratando de um câncer.

História

Rodrigo Garcia é natural de Tanabi, cidade vizinha de Rio Preto, tem 47 anos e, além de político e empresário, também tem formação como advogado.

Ficou conhecido na cidade depois de formar dobradinhas para deputado com Gilberto Kassab, ex-prefeito da cidade de São Paulo. Em 2011, rompeu com o então Prefeito de SP, declinando do convite de integrar o PSD, partido fundado por Kassab. Em maio de 2011, foi convidado pelo governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckimin, para assumir a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social.

Antes disso, foi eleito deputado estadual por três mandatos consecutivos (1999, 2003 e 2007) e presidente da Alesp de 2005 a 2007. Licenciou-se do cargo de deputado para estar à frente da Secretaria Municipal de Modernização, Gestão e Desburocratização da Prefeitura Paulistana, de 2008 a 2010. Em abril de 2010, voltou à Assembleia Legislativa para dar continuidade aos seus trabalhos como deputado estadual pelo Democratas.

No dia 28 de maio de 2013, novamente a convite do governador Geraldo Alckmin, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo. Em 3 de abril de 2014, deixou o comando da Secretaria para voltar à Câmara Federal.

Nas eleições de 2014, Rodrigo foi o quinto deputado federal mais votado no Estado de São Paulo, obtendo 336.151 votos. Em 1 de fevereiro de 2015, assumiu seu quinto mandato. Após, em 19 de março de 2015, se licenciou do cargo para assumir a Secretaria de Estado da Habitação no novo governo de Geraldo Alckmin. Votou a favor do impeachment de Dilma Roussef,

Nas eleições de 2018, concorreu como vice-governador na chapa de João Doria, pela qual foi eleito em segundo turno até chegarmos na data atual, onde o vice-governador se filia ao PSBD.

Por Andressa ZAFALON