Rio Preto terá nova faculdade de Direito, Administração e Contabilidade

Com capacidade para mais de mil alunos, FaThemis será instalada no Complexo Eplenum e deve gerar mais de 120 empregos diretos

Rio Preto ganhará em breve uma nova faculdade de Direito. Denominada FaThemis, numa alusão à deusa grega Themis, símbolo da Justiça, a instituição será instalada no Complexo Eplenum, o primeiro bairro inteligente da cidade e deve gerar mais de 120 empregos diretos, entre cargos administrativos e de ensino.

Dhoje Interior

A FaThemis terá capacidade para atender 1,1 mil alunos. Além do curso de Direito em período integral (manhã e tarde), a faculdade terá cursos de Administração e Ciências Contábeis à noite. Todos com graduação e pós-graduação.

O prédio deverá ocupar uma área de 3 mil m². A estrutura moderna contemplará auditório tecnológico para atender eventos internos e externos, espaço para exposições físicas e digitais, sala de cinema e palco para shows. Além de salas para professores, biblioteca, cantina, banheiros e elevadores.

O projeto inclui ainda espaço esportivo e área verde para os alunos relaxarem após as aulas. Para isso, haverá uma quadra de beach tennis e uma de basquete. Tudo para proporcionar o melhor ambiente de ensino possível.

A faculdade chega com o desafio de revolucionar o sistema de ensino superior de Direito na região, segundo seu fundador, o advogado e professor de Direito há 27 anos, Paulo Baria.

“Estamos perdendo estudantes e futuros profissionais para faculdades da Capital ou de outros Estados porque não conseguimos evoluir nessa área educacional, com cursos de mestrado e doutorado e aprofundamento nos estudos e pesquisa utilizando recursos que a metodologia moderna já nos proporciona. Com a FaThemis, e a colaboração de toda a sociedade rio-pretense, este cenário tende a mudar”, diz.

Enquanto aguarda a liberação para construção de seu inovador espaço arquitetônico próprio dentro do Eplenum, a FaThemis deve funcionar inicialmente em um prédio na região Sul.

A previsão para início da operação da faculdade no complexo da Emais Urbanismo é em 2025.

O processo de autorização da faculdade está em tramitação no Ministério da Educação (MEC). Porém, na visita já realizada pelos avaliadores do órgão, no final do ano passado, foi atribuída à instituição a nota 5 – nota máxima.

Um dos diferenciais da instituição de ensino, segundo Baria, será a metodologia ativa, com aulas expositivas, seminários no período da manhã e aulas práticas no período da tarde, desde o primeiro semestre do curso de Direito.

“O aluno será preparado para o mercado de trabalho, com aulas dinâmicas realizadas por meio de ‘casos’, que deverão ser resolvidos em equipe em um prazo determinado e sob supervisão dos docentes. A partir do terceiro ano, quando já tiver uma noção geral de como funciona o sistema jurídico, o aluno terá à disposição diversas matérias optativas, podendo focar seus estudos naquelas de seu interesse pessoal”, ressalta.

Da Redação