Rio Preto inicia estudos para implantar projeto de cidade inteligente

Edinho Araújo durante assinatura da ordem de serviço

O prefeito Edinho Araújo (MDB) assinou nesta quinta-feira, 13, a ordem de serviço para o projeto de estudo e implantação do projeto de cidade inteligente. As cidades inteligentes utilizam tecnologias da informação e da comunicação para melhorar o desenvolvimento e a qualidade de vida por meio de políticas públicas mais eficientes.

O evento de assinatura foi realizado no Parque Tecnológico de Rio Preto, com a participação de secretários municipais e representantes da empresa Voyager Soluções Corporativas em Tecnologia da Informação, que tem sede em Brasília (DF) e venceu o processo de licitação para conduzir o projeto.

Dhoje Interior

“Estamos dando continuidade ao preconizado em nosso plano diretor, que inclui um plano de desenvolvimento tecnológico, visando o conceito de cidade inteligente. Queremos Rio Preto ainda mais ágil e eficiente no atendimento à população. Para isso, o planejamento é fundamental, para caminharmos de maneira segura para um projeto em sintonia com o desenvolvimento tecnológico”, afirma o prefeito Edinho.

O diretor executivo da Voyager, Emilson Donizeth, acredita que os primeiros resultados do projeto poderão ser sentidos dentro do prazo de um ano. “Iniciamos agora uma primeira etapa, que é um diagnóstico das tecnologias já utilizadas na cidade. Depois, vamos fazer a proposição de novas tecnologias agregativas, em um processo evolutivo, integrando o que já é utilizado a novas iniciativas”, explica.

A elaboração do Plano Diretor de Tecnologias da Cidade Inteligente (PDTCI) é parte do Plano Diretor do município, estabelecido pela lei complementar 651/2021.

Da Redação