“Rio Preto está preparada para iniciar vacinação”, diz Edinho

Foto: Guilherme Batista

O prefeito Edinho Araújo se manifestou por nota neste domingo (17) após a aprovação do uso emergencial da CoronaVac e a vacina de Oxford. Segundo Edinho, Rio Preto está preparada para iniciar vacinação.

“Hoje o Brasil dá um passo importante para que possamos retomar a saúde, a nossa economia e o dia-a-dia dos brasileiros. Antes, é importante lembrar e lamentar as pessoas que perderam a vida por causa dessa pandemia e as que estão internadas em recuperação. A Anvisa autorizou há pouco o uso emergencial da vacina contra a Covid19. São José do Rio Preto está preparada para o início da vacinação, assim que o imunizante chegar em nossa cidade, seguindo todas as orientações da Saúde sobre os grupos prioritários”, disse o prefeito.

Dhoje Interior

O secretário de saúde, Aldenis Borim, também comemorou a aprovação da utilização da vacina, mas ressaltou que o processo de imunização na população será longo e que as orientações de prevenção devem continuar sendo seguidas.

“Hoje um dia importante para todos nós. A Anvisa aprovou a vacina contra o Covid para os brasileiros. Um momento importante nessa dura jornada de combate ao vírus  que já vitimou tantas pessoas.  Embora seja só o começo este é um marco importante porque conseguimos enxergar uma luz no fim do túnel.  Mas, saibam todos , será um processo longo até vacinarmos e imunizarmos todas as pessoas. Por isso, continuam valendo as orientações de utilização de máscaras,  distanciamento social, lavagem de mãos, utilização constante de álcool em gel e evitar aglomerações.  Temos que continuar seguindo os protocolos integralmente. Com a colaboração e a união de todos vamos vencer, sim. Mas os alertas para conter o contágio continuam. O plano de vacinação de Rio Preto está pronto e aprovado pelo prefeito Edinho Araújo e podemos dar início a qualquer momento com a chegada da vacina”, afirmou o secretário.

Nesta segunda-feira (18), Edinho irá acompanhar o início do funcionamento da UBS Luz da Esperança O local funcionará como unidade de internação básica para pacientes com Covid-19.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior