Relator de nova proposta afirma que Reforma Tributária é fundamental para gerar emprego

“A reforma tributária é a mais importante de todas, a mãe de todas elas”, destaca Hauly

Na manhã desta sexta-feira, dia 4, o LIDE Rio Preto (Grupo de Líderes Empresariais) realizou evento com o economista e ex-deputado federal, Luiz Carlos Jorge Hauly, que palestrou sobre reforma tributária no primeiro encontro promovido na região.
Hauly fez uma análise sobre o tema e destacou alguns dos principais pontos da reforma “que é a mais importante entre as reformas, a mãe de todas elas”.

O presidente do LIDE Rio Preto, Marcos Scaldelai, abriu o evento, destacando a importância do debate e do conhecimento sobre o tema para os projetos futuros para empresas e empresários.

Dhoje Interior

O ex-deputado disse que hoje há uma vontade muito grande e favorável para que a reforma tributária aconteça. “Na estrutura de qualquer país, o sistema tributário é fundamental para a produção, geração de emprego, de renda e evidentemente do desenvolvimento econômico e o bem-estar de uma nação. Nosso sistema tributário é considerado um dos piores do mundo, em uma lista de 190 países, medidos pelo Banco Mundial, somos o 184º lugar. Só seis piores que a gente no mundo”, destacou Hauly.

O economista ainda enfatizou que “o Brasil precisa da reforma tributária, que vai simplificar o sistema, melhorar e modernizar ainda mais nossa tecnologia e vai poder diminuir a carga tributária sobre as famílias e também principalmente sobre as famílias de baixa renda, diminuir o custo de produção das empresas, diminuir o custo de contratação de mão de obra, melhorar o salário e aumentar o poder aquisitivo das famílias brasileiras”.

Com 32 anos de experiência no assunto, Hauly também foi secretário da Fazenda duas vezes e tem 28 anos como deputado federal. “Sou relator autor do Supersimples Nacional, do MEI (Microempreendedor Individual) que beneficiou seis milhões de empresas e gerou treze milhões de empregos nos últimos treze anos, entre outros tantos assuntos”, destacou ele que também mencionou ser relator autor da Lei Kandir que fez do Brasil o maior player do mundo de agronegócios e exportador de commodities.

“Com base na Lei do supersimples e na Lei do Kandir, de inúmeras outras leis e estudos que fiz nos últimos 32 anos, chegamos a esse projeto que está no Senado […] o governo não mandou a proposta, a nossa é abrangente, boa para a micro e pequena empresa, boa para a grande empresa, boa para os trabalhadores, para o agronegócio, para os profissionais liberais, boa para o Brasil, também para o governo federal, estados e municípios”, frisou o palestrante.

O prefeito Edinho Araújo (MDB) compareceu ao evento e enalteceu a importância do debate. “O Luiz Carlos é uma das maiores expressões do Congresso Nacional, tem debate consistente com relação a reforma tributária, que é diferente de ajuste fiscal e de pacto federativo, no tocante ao sistema de arrecadação, diminuindo a carga do consumidor, provando que no sistema atual quem ganha menos paga mais. O objetivo desse novo sistema é ser justo, ter um sistema ágil, fácil, diminuindo impostos e procurando o desenvolvimento. Passa por essa reforma para dar consistência para quem vem de fora, por exemplo, investir aqui (no Brasil)”, finalizou o chefe do Executivo.

Por Ygor Andrade