Procon abre investigação sobre queda de energia na zona rural e bairros extremos

Diretor do Procon Rio Preto, Jean Dornelas

O Procon de Rio Preto publicou nesta quarta-feira, 1, no Diário Oficial do Município, portaria que abre Procedimento Preparatório de Investigação e Apuração (PPAI) no qual pede explicações à Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento da Região de Rio Preto (Cerrp). A concessionária é responsável pelo abastecimento de energia elétrica em propriedades rurais e bairros do extremo norte da cidade.

A iniciativa foi motivada por abaixo-assinado subscrito por 98 moradores dos bairros Cidade Alta I e II, que foi entregue ao órgão municipal na terça, 30. Os moradores relatam no documento quedas frequentes no fornecimento de energia; o que, segundo eles, têm provocado prejuízos – como panes em equipamentos elétricos e eletrônicos.

Dhoje Interior

A portaria determina prazo de cinco dias úteis (contados da publicação da portaria) para que a cooperativa preste esclarecimentos preliminares. Além disso, a concessionária terá 15 dias para apresentar documentos e laudos relacionados à prestação do serviço.

O despacho também solicita a listagem dos bairros atendidos e os registros de suspensões e interrupções do fornecimento dos últimos 12 meses. O caso será acompanhado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que regula o fornecimento de energia no País.

O diretor do Procon, Jean Dornelas, ressaltou a importância de os consumidores registrarem as reclamações sempre que houver falha na prestação do serviço. “É fundamental formalizar. Só com a reclamação registrada, nós podemos tomar as providências cabíveis”, disse.

Canais

As reclamações ao Procon podem ser registradas pelo WhatsApp (99627-0528). A sede do Procon de Rio Preto fica na Silva Jardim, 3604, Santa Cruz. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 9h às 13h. A distribuição de senhas ocorre até 12h45.

Raphael Ferrari – Dhoje Interior