Emurb prorroga suspensão de pagamentos de permissionários da rodoviária

Foto: Cláudio Lahos

A Emurb (Empresa Municipal de Urbanismo) ampliou em 60 dias o período de suspensão dos pagamentos de permissionários do Terminal Rodoviário, que estão com as atividades paralisadas após incêndio em 23 de janeiro que destruiu o Shopping Azul e gerou danos estruturais no prédio.

Inicialmente a empresa havia estipulado que a suspensão seria de 120 dias, com o novo prazo passa a ser de 180 dias, vigorando entre 24 de janeiro e 23 de julho. Em fevereiro, quando anunciou a primeira suspensão a Emurb informou que o prazo seria para que em conjunto com as secretarias de Obras e Desenvolvimento Econômico fosse avaliado outro local no terminal para alocação dos estandes

Dhoje Interior

“Com a decisão, eles ficarão isentos de quaisquer taxas ou pagamentos à Emurb com data retroativa à noite do incêndio. Os permissionários já estão retirando – de forma agendada e assistida – as mercadorias do prédio”, disse a Emurb em 23 de fevereiro.

A publicação no Diário Oficial do Município descreve que estão sendo beneficiados os permissionários, Eneas Rocha (cabeleireiro e manicure), Içao Imamura (lanchonete), Aparecida Donizeti Novaes Correia (tabacaria), Bazar de Ville LTDA (comercio de artigos de relojoaria, joalheria, bijuterias, presentes e armarinhos) e Marilda Tagliaferro (comércio de suvenires, bijuterias e artesanatos).

Em nota, a Emurb informou que “mantém contato permanente com os permissionários e que está definindo os pontos para a instalação desses comerciantes nas dependências no novo terminal rodoviário (antigo terminal urbano)”, porém “até o momento, não há data definida” para a instalação dos permissionarios.

Por Thiago PASSOS