PREFEITURA E FUNFARME: Convênio para atendimento na saúde terá R$ 193 mi e mais profissionais

A Prefeitura de Rio Preto e a Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) renovaram o convênio para manter a contratação de médicos, enfermeiros, auxiliares administrativos, veterinários, biólogos, dentre outros profissionais que atuam na rede público do município.

O convênio também engloba a prestação de consultas clinicas, exames, odontologia, serviço social entre outros. O valor total dos repasses ultrapassa os R$ 193 milhões ao longo do ano.

Dhoje Interior

Os dados referentes aos convênios celebrados pela Prefeitura no ano de 2021 ainda não estão disponíveis no Portal de Transparência, mas o DHoje teve acesso ao Plano de Trabalho aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde em reunião extraordinária em 14 de janeiro.

Os conselheiros autorizaram a antecipação do término do convênio anterior, que iria até o final do mês de fevereiro. No novo convênio a Secretaria de Saúde fez alterações e irá investir R$ 14,9 milhões por mês entre janeiro e outubro deste ano na parceria para atendimento da população.

No contrato anterior, a prefeitura pagou R$ 11,3 milhões entre os meses de janeiro e abril, valor que saltou para pouco mais de R$ 12,4 milhões por mês entre maio e outubro, com acréscimo em função da Pandemia de Covid-19. Já os repasses em novembro e dezembro totalizaram R$ 37,3 milhões.

Os valores do novo convênio representam acréscimo de 22,9% comparados com os valores praticados no ano anterior, enquanto que a quantidade de profissionais passou de 1.732 para 2.037.

O diretor  executivo da Funfarme, Jorge Fares, destacou a importância do convênio com o município. “Tem sido importante para a saúde pública, estamos suprimindo a carência de profissionais na rede”, afirmou.

Sobre o reajuste dos valores, o diretor da Funfarme destacou a ampliação de pessoal. “Tivemos aumento de pessoal no contrato, o valor do salários que são pagos através do convênio”, concluiu.

Já o secretário Aldenis Borin através de sua assessoria de imprensa informou que o reajuste seriam “pelos novos serviços contratados para as ações de combate à Covid 19 e Campanha de Vacinação”, assim como a “contratação de novas equipes de profissionais para as unidades Covid abertas no Luz da Esperança e no Fraternidade 2 e para as ações de vacinação.”

Prefeitura amplia profissionais, mas exames são reduzidos

De acordo com levantamento realizado pelo Dhoje as mudanças no convênio resultaram em um crescimento de 14,97% na quantidade de trabalhadores contratados.

O convenio está dividido em quatro eixos, Atenção Básica, Média Complexidade – Atendimento de Urgência, Média Complexidade – Atendimento Especializado e Vigilância Ambiental.

A atenção básica visa a prestação de consultas clinicas, exames, odontologia, serviço social, atendimento farmacêutico, visitas domiciliares, atendimentos veterinários, dentre outro, com a contratação de profissionais de ensino superior e técnico, tais como, médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, dentistas, biólogos, auxiliares administrativos e até vigias.

Neste item do Plano de Trabalho apresentado pela Funfarme é possível identificar que as alterações resultaram em acréscimo de 199 postos de trabalho em relação ao ultimo convênio assinado entre as partes.

Atualmente o convênio prevê a contratação de 146 médicos de diversas especialidades, enquanto que no convênio eram 120 médicos .

A quantidade profissionais de saúde com nível superior como enfermeiros, farmacêutico, cirurgião dentista, fisioterapeuta, fonoaudiólogo entre outros também foi ampliada em 21 postos de trabalho, subindo de 180 para 201 trabalhadores.

A maior evolução ocorreu entre os profissionais de saúde com ensino médio, descritos no convenio como, auxiliar de enfermagem, técnico de enfermagem, técnico de farmácia, agente social, auxiliar de consultório dentário e auxiliar de saúde bucal que subiram 36,90% dos postos de trabalho, totalizando atualmente 318 trabalhadores, enquanto que em dezembro passado eram 200.

Os serviços administrativos e de apoio tiveram 35 postos de trabalho ampliados no novo convênio, totalizando 115 trabalhadores contratados, descritos no contrato como motoristas, auxiliares administrativos, segurança, eletricistas, dentre outros.

Enquanto a quantidade de profissionais foi ampliada a prestação de serviços registrou queda das exigências contratuais no Atendimento Básico. Consultas com clinico geral, pediatria e ginecologia foram contratados a mesma quantidade de procedimentos, sendo 26 mil, 7 mil e 9 mil respectivamente, assim como os atendimentos de farmácia e as consultas farmacêuticas que foram mantidas em 3.750 e 150 respectivamente.

Já os atendimentos multiprofissionais devem ter redução de 60%, que englobam enfermagem, serviço social, odontologia, assistência farmacêutica.  Atualmente totalizam 50 mil procedimentos, enquanto que no contrato anterior era 125 mil. Já os atendimentos preventivos no serviço de Atenção Primária não estão no plano de trabalho atual, enquanto que na anterior totalizava 57 mil visitas domiciliares.

Os postos de trabalho destinados a Média Complexidade – Atenção Especializada foram mantidos, mas o novo convênio resultou  em redução da quantidade de exames de diagnósticos, que atualmente totalizam 4,5 mil por mês, enquanto que no ano passado eram 6 mil. A redução também é percebida nos atendimentos multiprofissionais que foram reduzidos em  5 mil procedimentos, totalizando 30 mil mensais, enquanto que os demais foram mantidos.

A quantidade de trabalhadores de urgência e emergência foi ampliada em 106 nos postos de trabalho, totalizando 706 pessoas contratadas, porém os procedimentos foram mantidos em sua integralidade, sendo 50 mil atendimentos médicos de emergência, 110 mil procedimentos multiprofissionais, 4,2 mil exames complementares de raio-x e eletrocardiograma, 2,5 mil atendimento pré-hospitalar e 3 mil atendimentos pela Central de Remoção.

O Plano de Trabalho da Vigilância Ambiental também foi mantido na integra, sofrendo apenas reajuste financeiro de 16,66%, enquanto que a Urgência e Emergencia garantiu reajuste de 15,71%.

Por Thiago PASSOS

Para acessar o Plano de Trabalho assinado pela prefeitura com a Funfarme no inicio do mês clique aqui ou se quiser comparar com o Convênio anterior basta clicar no Plano de Trabalho 2020