Prefeitura de Olímpia reage e diz que não vai mudar regras de isolamento

Foto: Prefeitura de Olímpia

Durante a reclassificação de fases do Plano São Paulo nesta sexta-feira (9), a região de Barretos foi a única que regrediu e voltou para a fase laranja, o que afeta diretamente o município de Olímpia. Com a medida, diversos estabelecimentos não poderiam receber mais clientes, como restaurantes, academias e os parques aquáticos. No entanto, a Prefeitura decidiu publicar um decreto mantendo em vigor as mesmas regulamentações da fase amarela no município.

Por nota, a Prefeitura de Olímpia informou que vai pedir uma reavaliação junto ao Governo do Estado de São Paulo. Um dos argumentos foi de que a cidade está apresentando índice de quedas diárias nos casos de Covid-19 e também no número de óbitos. Na nota é citado que o número de mortes na cidade, entre agosto e setembro, teve uma queda de 50,2% e 45,16%, respectivamente.

Dhoje Interior

“A decisão foi tomada após reunião do prefeito Fernando Cunha com o Comitê Municipal de Gerenciamento da Covid. O município respeita as avaliações do Governo do Estado, mas não concorda em ser penalizado pelas avaliações regionais e ainda alega ter sido prejudicado pelas mudanças nos critérios do Plano SP, entre eles a alteração no período de avaliação de 14 para 28 dias. Diante disso, o município publicou um novo Decreto Municipal (7.892/20), mantendo em vigor as regulamentações da fase amarela”, diz o trecho da nota divulgada.

Nesta sexta-feira (9), o município teve 19 resultados positivos para Covid-19, além de 15 casos suspeitos e mais 19 pessoas recuperadas. No total, são 2.524 casos confirmados, com 2.403 curados e 60 óbitos. Olímpia ainda possuí 15 pacientes internados, com oito em UTI e sete na enfermaria.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior