Prefeitura cria Cadastro da Cultura de Rio Preto

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, está elaborando o Cadastro da Cultura, que tem o objetivo de mapear o setor cultural de Rio Preto, além de criar um credenciamento de todas as pessoas pertencentes às expressões artísticas e culturais no município.

O Cadastro, que está em construção em parceria com a Empro (Empresa Municipal de Tecnologia e Informação), será permanente e poderá ser atualizado a qualquer momento. A proposta é de que ele seja um banco de dados para pesquisas, elaboração de políticas públicas e contratações.

Dhoje Interior

“Com as informações ali reunidas, o cadastro vai identificar as expressões da cidade e buscará oportunizar a informação de maneira democrática e ampla, tornando-se importante instrumento norteador para a definição de Políticas Públicas para a Cultura”, destaca o prefeito Edinho Araújo sobre a importância do projeto.

O Cadastro já servirá para a aplicação dos recursos da Lei Aldir Blanc (Lei nº 14.017/2020), que institui auxílio financeiro de R$ 3 bilhões para o setor cultural devido à pandemia de Covid-19 em todo o país e deve destinar R$2,82 milhões para Rio Preto.

O Cadastro da Cultura poderá ser preenchido gratuitamente, a qualquer momento, de forma on-line, no portal www.riopreto.sp.gov.br/cadastrocultura. Para as pessoas que não têm acesso à Internet, o Cadastro poderá ser realizado pelo telefone (17) 3202-2310, ou pessoalmente, na Secretaria Municipal de Cultura, situada à Praça Jornalista Leonardo Gomes, nº 1 – 4º andar – Prédio da Biblioteca Municipal, Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

As categorias para inscrição são: arte-educação, artesanato, artistas, cia/coletivo/grupo artístico, culinária, espaço cultural, evento/projeto, folclore, patrimônio material e imaterial, saberes e fazeres e técnica/produção. A previsão é que o Cadastro da Cultura seja disponibilizado ainda na primeira quinzena de julho.

Da REDAÇÃO