Postagens em uma rede social deixam alunos de universidade rio-pretense em pânico

Estudantes da Unirp estão em pânico após ameaças serem postadas no perfil @Zicutake no Twitter repercutirem em grupos de alunos no WhattsApp. De acordo informações compartilhadas pelos estudantes, um aluno do curso de direito seria o responsável pelas postagens, que teriam tido início após uma discussão entre ele e docentes da instituição.

De acordo com uma das alunas, os ataques supostamente ocorreriam na próxima semana, quando serão realizadas as provas bimestrais da instituição, como relatado nos áudios encaminhados para a reportagem do DHoje. “Ontem aconteceu uma discussão entre um aluno e um professor e esse aluno proferiu uma ameaça contra professores e estudantes do curso de direito, mas nesse caso foi especifico, um dos alunos afirmou que iria aproveitar a semana de provas para realizar esse tipo de ataque, esse tipo de massacre, a gente não sabe como que é, mas meio que imagina como seria, né, não seria agradável”, relatou a aluna aos colegas.

Dhoje Interior

Em uma das postagens no Twitter o usuário faz referência supostamente à data de seu aniversário, que seria na próxima segunda-feira. “Dia 16 é o dia em que vim nesse mundo de Bandidos, tenho medo, mais essa dor nunca cessaria se eu não fizesse nada”, diz trecho da postagem do perfil @Zicutake.

No mesmo grupo, outra estudante relata que um dos professores estaria dando aula de porta aberta supostamente com medo de algum incidente. “Ele brigou com um ex-professor meu essa semana, acho que ontem na frente da sala, e disse que segunda eles iam ter uma surpresa, tem vários ‘prints’ dele no Twitter falando mal do curso de direito da Unirp e dos professores, ele mandou e-mails pro MEC falando da Unirp e dos professores, aí tem outro professor meu que está dando aula na sala dele de porta aberta”, descreveu a aluna.

A Unirp informou que tomou todas as providências para reforçar a segurança da instituição, funcionários e alunos, além de solicitar apoio da Policia Militar, ressaltando que seus advogados já estão tomando as medidas jurídicas necessárias sobre as postagens.

O DHoje tentou contato com o responsável pelas postagens no Twitter, porém até o encerramento desta reportagem não obteve resposta.

Thiago PASSOS