DIG prende acusado de golpear morador de rua até a morte

Policiais civis de Rio Preto esclareceram a autoria do assassinato do lavrador Luís Antônio Gonçalves, 57, conhecido como Scooby. O crime aconteceu na madrugada deste domingo e o corpo, com o crânio afundado e a massa encefálica exposta, foi encontrado em uma calçada da rua Alberto Sufredini Bertoni, na Vila Maceno, por volta das 7h45.

O morador de rua L.S.R., 24, que responde a um homicídio no Mato Grosso, foi preso em flagrante e, de acordo com o delegado Alceu Lima de Oliveira Júnior, confessou que atacou a vítima com uma barra de ferro enquanto ela dormia.

Dhoje Interior

Scooby teria ‘cantado’ a namorada do acusado, G.N.C., 29, que era procurada pela Justiça por um furto e também acabou presa. Ela não tem envolvimento no assassinato, de acordo com os investigadores, mas foi recapturada pelo crime contra o patrimônio.

À polícia, R. admitiu que golpeou várias vezes o lavrador, que também morava na rua. Ele foi levado para a carceragem da DIG (Delegacia de Investigações Gerais).

LEITURA LABIAL

Uma testemunha informou aos policiais que o casal costumava pernoitar nas imediações do local do crime. O denunciante passou as características físicas de R. e G., que foram identificados.

Durante campana, os investigadores da DIG passaram a observar o casal à distância e leram os lábios do suspeito que pronunciou o apelido da vítima, decidindo pela abordagem na sequência.

Daniele JAMMAL