Polícia de Bady Bassitt apreende arma com investigado de ameaçar prefeito de morte

O suspeito, que tem 51 anos e é morador de Bady Bassitt, responderá ao inquérito por ameaça e porte ilegal de arma de fogo, em liberdade. Foto_Divulgação

Nesta quarta-feira (1), a delegacia de Bady Bassitt, sob o comando do delegado Jonathan Marcondes, cumpriu mandado de busca e apreensão contra o suspeito de ameaçar de morte o prefeito Luiz Tobardini, na sexta-feira (26).

Durante as buscas, a polícia  encontrou na casa do suspeito, um revólver calibre .38, oito munições do mesmo calibre e intactas, e um facão, que, segundo a polícia, foram usados na sexta-feira (26) para a ameaçar o prefeito.

Dhoje Interior

O suspeito, que tem 51 anos e é morador de Bady Bassitt, responderá ao inquérito por ameaça e porte ilegal de arma de fogo, em liberdade. A arma de fogo está registrada no nome do suspeito, no entanto, o registro está vencido, por isso, não foi preso em flagrante.

Ameaça ao prefeito

De acordo com as informações obtidas pelo DHoje, o suspeito foi até a prefeitura na sexta-feira (26), às 11h30, e já entrou direto no gabinete querendo conversar com o prefeito Luis Tobardini e mostrou à chefe de gabinete uma faca presa no tornozelo, ao mesmo tempo em que proferia ameaças contra o prefeito.

Como o prefeito não estava no momento, o suspeito encontrou o vice-prefeito Rafael Damásio (Marrucão) nas dependências da prefeitura e o chamou para conversar. Por já estar avisado pela chefe de gabinete que o homem portava uma faca, o vice-prefeito preferiu não se aproximar e foi embora.

O suspeito também foi embora e em seguida os funcionários da Prefeitura puxaram as imagens das câmeras de segurança e só então, souberam que o suspeito também portava de uma arma de fogo. O motivo da ameaça de morte seria uma promessa não cumprida do prefeito ao suspeito.

Por Andressa ZAFALON