Pintor é preso após agredir a mulher

Um pintor de paredes de 26 anos foi preso pela Polícia Militar após agredir a mulher, uma vendedora de 23 anos. O crime aconteceu neste domingo (4), na residência de amigos do casal, no bairro Lealdade, em Rio Preto.

A vítima precisou de atendimento médico e foi socorrida por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), sendo levada à Unidade de Pronto de Atendimento (UPA) Norte. Ela permaneceu em observação devido aos ferimentos que sofreu na cabeça. O pai da jovem acionou o socorro e a PM.

Dhoje Interior

Segundo o boletim de ocorrência, eles estavam desde o dia anterior no local, onde ingeriram bebida alcoólica. A vendedora não se lembrava do que teria ocorrido e o que motivou as agressões, que feriram sua cabeça, pescoço e pernas. Questionado pelos policiais, o pintor negou as agressões.

A vítima contou ao delegado de plantão, que esteve na unidade de saúde, que o agressor tentou esganá-la e, informalmente, manifestou o desejo de representar contra ele pelas ameaças e injúrias sofridas.

Conta no registro policial, que vítima e agressor têm um filho e já moraram juntos e que, no momento, mantinham relação de namoro.

O delegado representou pela conversão da prisão em flagrante em preventiva, permanecendo o agressor à disposição da Justiça. Registrado como violência doméstica, lesão corporal, ameaça e injúria, o caso será encaminhado à DDM (Delegacia de Defesa da Mulher).

Tatiana PIRES – Redação Jornal DHoje Interior

E-mail: [email protected]