Paixão que não tem distância

Foto: Divulgação

No meio esportivo é muito comum as pessoas utilizarem a frase “não é apenas futebol” quando o esporte mais popular do país transcende as quatro linhas e proporciona histórias incríveis de superação e de amor pelo time de coração. Na última semana, o ferramenteiro e torcedor mirassolense Ronaldo Carlos de Abreu, de 43 anos, deu mais um exemplo do que o futebol é capaz. Ele viajou mais de 550 quilômetros de bicicleta do estádio José Maria Campos Maia até a Vila Belmiro para acompanhar o duelo entre Mirassol e Santos, realizado no último sábado (7), pelo Campeonato Paulista.

“Comecei a pedalar há três anos e durante a semana resolvi estabelecer esse objetivo de ir até Santos. Acredito que andar de bicicleta é um meio de valorizar a vida”, contou o torcedor. De acordo com Ronaldo, ele iniciou a viagem na quinta-feira (5), às 7h, e chegou ao litoral na sexta-feira (6), às 19h30. “Não dormi durante o percurso, apenas fiz algumas pausas de 20 a 30 minutos para descansar. Eu queria chegar a tempo de ver o jogo e não podia deixar o corpo esfriar muito”, afirmou. Após a partida, Ronaldo voltou em um ônibus, junto com outros torcedores mirassolenses.

Dhoje Interior

Nascido em Mirassol, Ronaldo diz que acompanha o Leão há muitos anos. “Fui criado aqui na cidade. Não perdia um jogo do Mirassol. Acompanho a equipe desde a época que estava na terceira divisão”, comentou. Apesar da derrota para o Peixe por três a um, o torcedor não se arrepende da viagem. “Foi uma experiência incrível conhecer a Vila Belmiro, que é um dos estádios mais famosos do Brasil. Espero que com isso eu consiga inspirar outras pessoas a fazer o mesmo. O mais importante é ter força de vontade”, complementou.

O Mirassol ocupa a 2ª posição do grupo C com 13 pontos, dois a menos que o líder São Paulo, e neste momento estaria se classificando para o mata-mata do Paulistão. O próximo jogo é no domingo (15), às 11h, contra o Santo André em casa.

Vinicius Lima