Olímpia adere ao lockdown noturno, mas estende horário até às 21h

Hot Beach de Olímpia.

Olímpia é a primeira cidade da região a aderir efetivamente ao lockdown noturno proposto pelo Comitê Gestor de Combate à Pandemia de Rio Preto. O decreto foi publicado nesta quarta-feira (16) e determina medidas mais restritivas a partir desta quinta-feira (17) válidas até o dia 30 de junho.

Uma das determinações que constam no decreto é a suspensão do feriado municipal prolongado em comemoração ao Padroeiro da cidade, São João Batista, que é no dia 24 de junho. O feriado iria cair em uma quinta-feira (24) e, teoricamente, na sexta-feira (25) seria ponto facultativo para o expediente dos serviços públicos administrativos, no entanto, de acordo com o decreto, esse feriado foi cancelado.

Dhoje Interior

“Esta atitude visa, principalmente, coibir a realização de aglomerações em festas e reuniões particulares que poderiam ocorrer devido ao feriado, o que propiciaria ainda mais o contágio no munícipio”, explica o Prefeito Fernando Cunha.

Outras medidas restritivas publicadas no decreto determinam novas regras para alguns setores e atividades, como, por exemplo, a suspensão do atendimento presencial de clientes no interior das lojas comerciais dos segmentos considerados ‘não essenciais’. O atendimento poderá continuar sendo feito somente através de delivery.

Em relação aos bares que não tem Cnae de restaurante, ou seja, a atividades principal deles é a venda de bebidas alcoólicas, poderão funcionar com atendimento presencial de segunda a sexta, das 7h às 17h. Após esse horário somente delivery ou drive thru, o que vale para o sábado e domingo o dia todo.

Para os restaurantes, pizzarias, lanchonetes e food trucks, além do delivery e entrega, o funcionamento está autorizado com atendimento presencial até às 21h, porém, somente duas pessoas por mesa.

Olímpia, por ser uma cidade turística, recebe muitos turistas ao decorrer do ano, por isso, o Prefeito Fernando Cunha incluiu no decreto que os hotéis deverão hospedar somente 40% do público máximo permitido e os parques deverão funcionar com 30% do total, respeitando todos os protocolos recomendados.

As atividades de esporte coletivo, eventos, festas, convenções e atividades culturais também estão proibidas, sob pena de multa para quem organizar ou participar de eventos, assim como, está proibido o consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos em qualquer dia ou horário.

As regulamentações completas de outros setores podem ser vistas no site da Prefeitura (www.olimpia.sp.gov.br). As demais atividades não contempladas neste novo decreto, devem seguir as medidas e protocolos vigentes nos decretos anteriores.

Por Andressa ZAFALON