Olímpia abre cinco novos leitos na Santa Casa

O prefeito de Olímpia, Fernando Cunha (PSD), anunciou por meio de vídeo nas redes sociais da Prefeitura que cinco novos leitos começaram a funcionar na Santa Casa do município nesta segunda-feira (22) para atender pacientes com Covid-19. Com isso, a cidade conta com 15 leitos de UTI, cinco de suporte ventilatório e dez de enfermaria.

“Com isso nós teremos indicadores de fase laranja. Há um compromisso do secretário de desenvolvimento, Marco Vinho, que tendo os indicadores a gente vá imediatamente para a fase laranja. Esperamos que o Governo nos reclassifique”, afirmou o prefeito. A Prefeitura também informou que espera a resposta do Governo para elaborar um novo decreto, que deverá ser publicado nesta terça-feira (23).

Dhoje Interior

Ainda de acordo com o prefeito, a ocupação na região subiu devido a  transferência de pacientes de outras localidades. “O Hospital de Barretos recebeu diversos pacientes da região de Araraquara e com isso aumentou o nosso nível de ocupação. Fizemos um pleito para o Governo do Estado transfira esses pacientes para outra região na fase amarela ou que assim que tiverem alta, não voltem a ser ocupados por gente de fora”, comentou Cunha.

A taxa de ocupação de leitos de UTI na região de Barretos está em 81,4% e segue na fase vermelha do Plano São Paulo.

Visita

A secretaria de Saúde de Olímpia informou que esteve na última semana em uma unidade do Instituto Adolfo Lutz (IAL). O principal foco foi o de acompanhar o diagnóstico pelo teste RT/PCR, o chamado “exame do cotonete”, que é considerado o mais eficaz para determinar a presença do vírus no organismo.

De acordo com o secretário de Saúde, Marcos Pagliuco, a visita foi uma oportunidade para as profissionais conhecerem como são as diretrizes e os procedimentos para análises dos exames. “Todos os dias, realizamos dezenas de coletas de pacientes e é fundamental conhecermos cada etapa até a apresentação do resultado. Com a visita, a equipe do laboratório conheceu as novas tecnologias utilizadas para a detecção do vírus e os sistemas de automatização que vão melhorando as análises”, explicou.

Em Olímpia, a Saúde orienta que pacientes, acima de 14 anos, com sintomas gripais leves devem procurar atendimento médico no Serviço de Referência em Síndrome Gripal (Gripário), para triagem e coleta de exames. Já casos mais graves e urgentes em pacientes de todas as idades são direcionados à Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA).

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior