Oficina de fotografia promove reflexões em profissionais do HB

A ONG ImageMágica está realizando um projeto no Hospital de Base com o objetivo de criar conexões e empatia entre as equipes de saúde nos ambientes hospitalares por meio de diversas atividades. A ONG desenvolve desde 1995 ações nas áreas de educação, saúde e cultura.

Uma das atividades promovidas no HB é a oficina de fotografia com os colaboradores. Nestes encontros, os participantes são estimulados a perceber o ambiente hospitalar por uma outra ótica, com o intuito de fortalecer vínculos e reconhecer as formas do cuidar entre as equipes, familiares e pacientes. A saída fotográfica representa um momento de muita reflexão, no qual os participantes circulam pelo espaço que frequentam todos os dias, mas observando tudo com outros olhos. As fotos depois são expostas nos corredores do hospital.

Dhoje Interior

Outra dinâmica realizada é chamada de “Forma do Cuidar”. A partir de uma atividade lúdica realizada em grupo, os profissionais são convidados a refletir sobre a amplitude do cuidar no contexto hospitalar. Imagens, palavras e símbolos matemáticos se unem às reflexões propostas pelos educadores, que resultam em material visual construído pelos participantes.

“Quando tivemos esse momento de parar e olhar as imagens, eu saí do modo automático. Ao ver foto de uma criança sendo acolhida por um profissional, eu percebi que, de alguma forma, a gente também faz isso. Eu pude visitar minhas emoções como pessoa e ser humano para além da minha atividade como profissional”, refletiu Cynthia de Oliveira, uma das profissionais de saúde que participou do projeto.

A ação da ImageMágica ainda conta com o envio de mensagens de acolhimento em vários formatos e uma palestra para reflexão. Essa palestra tem o objetivo de engajar os participantes a continuarem desenvolvendo um novo olhar, refletindo sobre seu entorno e seu papel no dia a dia da instituição, compartilhando olhares e aprendizados.

“Temos duas pessoas que circulam pelo hospital em diversos dias e horários e queremos fazer com que os funcionários reflitam sobre a diversidade e inclusão. Com isso, os profissionais serão mais conscientes e o paciente poderá desfrutar de um atendimento com um colaborador com mais ânimo e empatia”, explicou a coordenadora do projeto, Simone Araújo. A ação vai até o dia 10/12.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior