‘NOS BASTIDORES DA POLÍTICA’ – Horário de pico será monitorado para identificar lotação nos ônibus

Lotação monitorada

 Representantes das empresas concessionárias do transporte coletivo urbano de Rio Preto se reuniram com o prefeito Edinho Araújo (MDB), ontem, na Prefeitura, para encontrar uma solução, com objetivo de atender as reivindicações dos usuários que reclamam de superlotação dos ônibus em horário de pico. Na reunião, o prefeito delegou ao secretário de Trânsito, Amaury Hernandes (foto), a incumbência de fazer o monitoramento do fluxo de passageiros em período crítico. Se for necessário, os representantes das empresas prometem aumentar a frota, a fim de evitar aglomerações, no interior dos coletivos, para evitar contaminação por covid-19. 

Dhoje Interior

Lockdown 

O número de casos de infecção por covid-19 está catastrófico nesta semana, em Rio Preto. Foram mais de 300 casos todos os dias. Ontem, porém, extrapolou: 432 vítimas testaram positivo para covid-19, entre quinta-feira e ontem, 24h. Oito pessoas morreram no mesmo período! Ontem, Edinho Araújo (MDB) arrochou as medidas. A situação está tão crítica que o governador João Doria (PSDB) não descarta lockdown no Estado. 

Reitera 

“Impossível não nos emocionarmos com as vítimas dessa terrível pandemia que nos atinge a todos como cidade e como cidadãos. Por isso, reitero: fiquem em casa, não participe de nenhum tipo de aglomeração, lave as mãos, use álcool gel. Cuidem-se, neste momento que a saúde deve estar em primeiro lugar. Vamos nos abraçar bem lá na frente, para comemorar, aí sim, a vida em toda a sua plenitude”, diz o secretário Aldenis Borim. 

UTI no AME 

Celso Peixão (MDB) protocolou ofício, que será enviado ao governador Doria, pedindo a liberação de leitos de UTIs no Ambulatório Médico de Especialidades (AME) para atender pacientes infectados por covid-19. O vereador disse que o AME tem 60 leitos, que podem ser transformados em UTIs. “Um colapso no sistema público de saúde vai culminar com mortes de pacientes que estiverem desassistidos por falta de leitos”, diz.    

Aglomerações 

Até para conseguir vacina contra a covid-19 as aglomerações são recorrentes em várias capitais do País. Se tivesse vacina suficiente para atender a demanda, o descalabro não estaria ocorrendo. Como o imunizante é liberado a conta-gotas, no desespero, parte da população corre risco de contrair a infecção para tentar se proteger da letalidade do vírus. A Coronavac, tão criticada, até agora, é a salvação da lavoura. 

Criadouro

A terra depositada por uma empresa numa área ao lado do Condomínio Jardim Primavera, no Jardim Yolanda, agora serve de aterro para empossar água da chuva, que caiu com intensidade na cidade. A água parada trouxe preocupação aos moradores, porque pode se transformar em criadouro para o mosquito da dengue. Se a chuva persistir, a Secretaria do Meio Ambiente precisa tomar providências. O casal dengue/covid, não dá!

Ameaças

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar se reúne na próxima terça-feira para discutir e votar os pareceres relativos a dois processos contra o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ): um relatado pelo deputado Alexandre Leite (DEM-SP) e outro pelo deputado Fernando Rodolfo (PL-PE). O deputado carioca, que está preso, corre o risco de ser cassado por ter feito declaração nociva à democracia e também por ameaças aos ministros do STF.

Novo presidente  

Bruno Marinho foi escolhido para ser o novo presidente da ala jovem do Patriota no Estado de São Paulo. Vereador novato, Marinho já desbancou concorrentes antigos por ter sido eleito presidente de três comissões permanentes da Câmara, do Meio Ambiente, do Trânsito e do Desenvolvimento Econômico. Agora, disse que pretende desenvolver trabalho para conscientizar à juventude da necessidade de adotar medidas de segurança para não contrair covid-19. “Estou feliz e animado por ter sido escolhido”, diz.  Segundo ele, é o momento de o jovem assumir seu papel social e político neste momento crítico em que passa o País. Na foto, Bruno Marinho, Ovasco Resende e Ulisses Ramalho, presidentes estadual e municipal do Patriota, respectivamente.

Por Venâncio de MELLO – Redação jornal DHoje Interior