Mulher aciona PM e acusa pastor da igreja de invasão e agressão

Na noite desta terça-feira (11) por volta das 20h uma auxiliar geral de 24 anos acionou a Polícia Militar afirmando ter sido agredida por um pastor de 51 anos por causa de um guarda-roupa. 

Ao chegarem no local os policiais foram recebidos pela vítima que informou estar em sua residência quando ao sair do banho, apenas de toalha, encontrou o pastor da igreja que frequenta, há quatro meses, dentro de sua casa. 

Dhoje Interior

Momentos depois os dois começaram a discutir sobre um guarda-roupa, que o pastor teria dado a vítima e depois informado que apenas emprestou. Ela acusa o pastor de dar lhe um soco no rosto e depois se retirado do interior do imóvel a aguardando na calçada. 

A auxiliar então se vestiu e acionou a polícia que levou os envolvidos para a Central de Flagrantes, onde a vítima informou novamente sua versão do ocorrido e acrescentou que apenas não quer que o pastor apareça em sua residência novamente. 

Já em seu depoimento o pastor negou a agressão dizendo que aguardou pela auxiliar no lado de fora da residência e que momento algum entrou na casa a encontrando apenas de toalha. Ainda se comprometeu a comparecer ao Distrito Policial para prestar mais informações. 

A auxiliar foi orientada sobre suas possibilidades penais e os dois foram liberados após os depoimentos. 

Colaborou – Bruna MARQUES – Redação Jornal DHoje Interior.