Motoristas do transporte coletivo aceitam propostas de reajuste e descartam greve

Foto: Fábio CARVALHO

O presidente do Sindicato dos Motoristas de Rio Preto e região, Daniel Rodrigues, informou que os motoristas do transporte coletivo urbano aceitaram as propostas de reajustes apresentadas pelas empresas Expresso Itamarati e Circular Santa Luzia, descartando assim, qualquer indício de greve.

A negociação começou desde maio, quando foi a data base da categoria e, até o momento, não tinham entrado em um acordo. Os motoristas pediam reajuste de 7,59% nos salários e 10,05% no tíquete alimentação, no entanto, as empresas apresentaram uma contraproposta que foi aceita, sendo reajuste de 2,59% retroativo do mês de maio, 5% de reajuste de setembro até 30 de abril de 2022 e 13% no tíquete.

Dhoje Interior

Os motoristas do transporte intermunicipal (ônibus que trafegam mais que 80km) e suburbano (abaixo dos 80km) ainda não tiveram um acordo fechado. “As empresas negociaram separadamente e em relação aos intermunicipais e suburbanos disseram que estão esperando uma reunião em SP com o setor patronal, mas eu já disse que não vamos fechar diferente do que foi fechado com os motoristas do transporte urbano, até porque são as mesmas empresas”, afirmou Daniel.

A reunião das empresas com o setor patronal deve acontecer nos próximos dias e em seguida o Sindicato vai agendar com as empresas para dar continuidade na negociação.

Por Andressa ZAFALON