Morre recém-nascido abandonado em rodovia vicinal de Avanhandava

O bebê deu entrada, em estado grave, na Santa Casa de Araçatuba após encontrado numa sacola plástica

O bebê recém-nascido que foi encontrado às margens de uma rodovia vicinal de Avanhandava, no dia 18 de agosto, morreu depois de ficar 10 dias internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal da Santa Casa de Araçatuba.

O óbito foi confirmado nesta quarta-feira, dia 28, às 21h30. De acordo com nota oficial do hospital, as condições neurológicas do bebê não responderam às terapias, apesar de todo o esforço da equipe médica e o tratamento intensivo terem conseguido estabilizar as condições clínicas.

Dhoje Interior

O recém-nascido deu entrada no hospital em coma natural e permaneceu nessa condição durante todo o período de internação. Segundo a equipe médica, o menino morreu por complicações causadas pelo parto prematuro (cerca de 30 semanas de gestação), associadas às condições do nascimento e do pós-parto.

O menino foi achado no acostamento na rodovia vicinal Gentil Moreira por uma pessoa que ouviu o choro dele e perceber que o barulho estava vindo do mato. O bebê estava dentro de uma sacola plástica de supermercado ainda com o cordão umbilical e a placenta.

Ele foi socorrido pela Polícia Militar com vida e tinha sido levado para a Santa Casa de Araçatuba. A mãe do menino já foi identificada e prestou depoimento dois dias depois, em 20 de agosto.

Em depoimento, a mulher disse que não sabia porque tinha abandonado a criança e estava arrependida. A identidade dela foi mantida em sigilo. Até então, o inquérito foi aberto por tentativa de infanticídio, mas com a morte do bebê, a tipificação do crime será alterada. O delegado responsável pelo caso está aguardando resultados de exames para confirmar a compatibilidade entre a mulher e a criança.

Por Vinicius LOPES