Morador de Rio Preto espancado na rua recebe alta hospitalar

O morador de Rio Preto, Robson Viana da Costa, 32 anos, agredido na madrugada da última sexta-feira, 2 de agosto, foi identificado pela família e já recebeu alta do Hospital de Base de Rio Preto.

Robson foi encontrado caído na rua por populares e levado até a UPA Jaguaré. Por conta da gravidade dos ferimentos, a vítima foi transferida para o HB onde um traumatismo craniano foi constatado.

Dhoje Interior

“Ficamos desesperados. Ele é um moço que sai de casa cedo para trabalhar e não tem problema com drogas e nem com bebida alcoólica. Ele não possui celular e ficamos apreensivos por conta do sumiço dele. Só conseguimos encontrá-lo no HB, já internado na UTI”, explica Geraldo Costa, pai da vítima.

A polícia ainda não sabe o que teria motivado as agressões e quem teria agredido Robson. Ele, que trabalha na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo Ceagesp – Ceasa, estava indo para o trabalho quando foi agredido.

Robson ficou internado três dias no HB e recebeu alta ontem, dia 5. Agora ele será ouvido pela Polícia Civil, para tentar identificar seus agressores. A polícia ainda não tem pistas dos autores.

A família, muito simples, acompanha o caso e pede justiça. “Queremos entender o que de fato aconteceu com o meu filho e quem fez isso com ele. Não é justo que uma pessoa trabalhadora saia de casa e retorne assim, como ele voltou”, desabafou o pai.

Robson, segundo a família, está andando, conversando bem e não apresenta nenhuma sequela neurológica. Por conta das pancadas, ele deve continuar o acompanhamento médico.

Por Jaqueline BARROS