Mirassol anuncia cadastramento para castração gratuita de cães e gatos

A Prefeitura de Mirassol, por meio da Vigilância Epidemiológica do Departamento Municipal de Saúde, vai realizar um cadastramento para a campanha de castração gratuita em massa de cães e gatos a partir do dia 13 de setembro. A iniciativa vai auxiliar no controle populacional e na redução de abandono destes animais.

As inscrições acontecem no Recinto Municipal Leopoldo Gotardi, na rua Adolfo Cândido de Souza, nº 142, no bairro Nossa Senhora Aparecida, e as castrações serão realizadas entre os dias 6, 7 e 8 de outubro, no mesmo local.

Dhoje Interior

O tutor ou responsável interessado em castrar o animal deve ser maior de 18 anos, portar RG e CPF e comprovante de residência. O cadastramento vai acontecer de segunda a sábado das 8h30 às 11 horas.

“A data de cadastro vai até completar as vagas. Para fazer o cadastro não será necessário levar o animal”, explicou a médica veterinária Evelyn Costa Gonzales de Lima, responsável pela ação.

“O serviço será executado para o controle populacional de cães e gatos e também para controlar as principais zoonoses do município, principalmente a leishmaniose visceral canina. A castração contribui para reduzir a agressividade e agitação como também o risco de fuga e consequentemente o atropelamento do animal, além de evitar doenças sexualmente transmissíveis e outras patologias, como tumor de mama em fêmeas e infecções. O objetivo é estimular também hábitos de posse responsável na população”, acrescentou.

Evelyn orienta que para realizar a castração, os felinos devem pesar a partir de 1,5 quilos e os caninos a partir dos 4 meses de idade. “Se for da raça Pinchers, a fêmea deve ter idade entre 5 e 6 mses”, disse a médica veterinária.

A Prefeitura de Mirassol, por meio da Vigilância Epidemiológica, espera castrar até mil animais, entre cães e gatos, sendo que o trabalho será realizado pelo sistema conhecido como “castramóvel”.

“O atendimento será feito no Recinto Municipal, localizado no bairro Nossa Senhora Aparecida, por abranger uma região carente e com um número expressivo de cães e gatos, mas os animais de outros bairros poderão ser atendidos. Vai ser a primeira vez que estamos fazendo esta ação e tendo uma resposta positiva de adesões, nós pretendemos futuramente realizar a ação em outras regiões”, disse.

Da REDAÇÃO