Marido mata mulher estrangulada dentro de casa em Icém

Foto Divulgação

A técnica de enfermagem Mayvan Muriel, de 35 anos, foi assassinada dentro da própria casa pelo marido, na manhã de domingo (18), na região central de Icém. A mulher deixou dois filhos. O crime foi registrado como feminicídio.

De acordo com informações polícia, Danilo Teixeira, de 35 anos, matou a esposa por volta das 9 horas da manhã de domingo (16). Depois de passar a tarde toda em um bar da cidade, já no período da noite, por volta das 18h30, ele teria voltado a casa em que vivia com a vítima e telefonado para os familiares dela para pedir desculpas pelo assassinato.

Dhoje Interior

Imediatamente a família chamou a polícia, que foi até a casa. No local, os policias encontraram o corpo da vítima na cama com sinais de estrangulamento e um tiro na cabeça.

Danilo foi levado até a delegacia, onde confessou ter matado a própria esposa estrangulada. Ele alegou que o motivo principal do assassinato teria sido ciúme. Com ele, a polícia apreendeu uma arma de fogo.

Ele foi preso em flagrante e vai responder pelo crime de feminicídio.
O corpo de Mayvan foi enterrado na tarde de segunda-feira (19), no Cemitério Municipal de Fronteira (MG).

Outro caso
Este é o segundo caso de feminicídio em Icém, só neste ano. No dia 7 de janeiro Graziela Aparecida Martins, 36, foi assassinada pelo ex-marido dela Jaime Pereira Lima, de 38 anos. A justiça já havia concedido medida preventiva que obrigada o ex a manter distância dela, o que não evitou a morte.

De acordo com a polícia, Jaime foi até a casa onde Graziela vivia com o padrasto, de 88 anos, e a mãe dela, de 68 anos, portando uma faca. Os três foram atingidos por golpes de faca no peito.

Graziela não resistiu aos ferimentos e morreu. Jaime foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio e duas tentativas de homicídio.

 

Por Thais COVRE