MAIS DUAS: Rio Preto passa a ter dez escolas estaduais em tempo integral

Foto: Guilherme Batista

O Governador João Doria e o Secretário da Educação Rossieli Soares anunciaram nesta quinta-feira (5) que mais 400 escolas da rede estadual passarão a fazer parte do Programa de Ensino Integral (PEI). O total de unidades que funcionam nesta modalidade vai aumentar de 364, em 2018, para 1.064 a partir de 2021, representando um crescimento de quase 300%.

Em São José do Rio Preto, duas escolas passam a integrar a lista do PEI: Professor Oscar Salgado Bueno – Vila Diniz e Leonor da Silva Carramona – Jardim Vitória Régia. Elas se juntam a outras oito escolas que já tinham o ensino integral: Bady Bassitt, Pio X, Cardeal Leme, Voluntários de 32,Amira Homsi Chalella, Jamil Khauan, Yvete Gabriel Atique e Octacílio Alves de Almeida.

Dhoje Interior

Ainda na região, a escola Genaro Domarco em Mirassol também passa integrar o PEI em 2021. Pelo novo programa, os estudantes passam a ter uma matriz curricular que inclui projeto de vida, orientação de estudos e práticas experimentais. Há ainda clubes juvenis de acordo com temas de interesse como dança, xadrez e debates. A carga horária é de até nove horas e meia – na rede regular, a jornada é de cinco horas e quinze minutos.

“Com este aumento de 300% no número de escolas, o ensino em tempo integral vai chegar a mais de 500 mil alunos. É o maior número de alunos em ensino integral em um estado no Brasil”, afirmou Doria. O programa contempla 48% dos municípios do estado.

As novas escolas manifestaram interesse em aderir ao programa e obedecem aos critérios estabelecidos pela Secretaria da Educação, como ter mais de 12 salas de aulas e atender a uma comunidade com maior vulnerabilidade socioeconômica.

“A política de ensino em tempo integral é prioridade para o nosso governo. A nossa meta de mil escolas para 2023 já foi alcançada com a adesão destas 400 novas unidades”, destaca Rossieli.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior