Licitação de R$ 3,3 milhões prevê compra de medicamentos à base de canabidiol

A Prefeitura de Rio Preto pretende adquirir 1,5 mil frascos de medicamento a base de canabidiol de 30 ml cada, na concentração 200 mg/ml, além de outros 100 frascos do produto destinados a microempresas da cidade.

Licitação aberta pelo município prevê a compra de medicamentos à base de cannabis – princípio ativo da maconha – para tratamento de várias patologias, entre elas: Parkinson, Alzheimer, dores causadas pelo câncer, fibromialgia, esclerose, transtornos de ansiedade, depressão e do pânico, entre outras. Ao todo o valor para a compra chega a R$ 3,3 milhões.

Dhoje Interior

A compra por parte do governo municipal é uma antecipação de futuras ações judiciais. A compra de medicamentos que tem o canabidiol como base de princípio ativo não pode ser realizada sem receita médica, somente com autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

São vários os casos em que pessoas acionam a Justiça para obter os medicamentos já que são comercializados por preços elevados, alto custo. As ações visam que o Estado, ou as prefeituras, comprem os medicamentos garantido atendimento nos casos mais graves.

As propostas, na modalidade pregão eletrônico, podem ser apresentadas ao setor de licitação da Prefeitura pelas empresas até dia 3 de novembro.

Raphael Ferrari – Dhoje Interior