Jovens denunciam motorista de aplicativo por ameaça e extorsão

Três jovens, dois deles irmãos, denunciaram um motorista de aplicativo, que se identificou como policial, por ameaça e extorsão. O caso foi registrado na tarde deste domingo, na Central de Flagrantes de Rio Preto.

Os estudantes, dois com 18 anos e um com 21, acionaram o acusado para uma corrida da rua Benjamin Constant até a avenida Murchid Homsi, por volta das 21 horas deste sábado.

Dhoje Interior

Ao entrarem no carro, um dos passageiros teria fechado a porta com muita força o que irritou o condutor, o qual teria dado uma bronca no trio e passado a abrir e fechar a porta com o veículo em movimento.

Em seguida, teria feito manobra brusca e perigosa e parado o automóvel, mandando as vítimas descerem.

Descontrolado, o motorista, segundo as vítimas, encostou o punho no rosto de um dos jovens, dizendo que “poderia esfolar a cara dele no asfalto”, “que estavam com sorte porque poderia chamar os amigos policiais” e que “tinham nascido de novo”.

Os estudantes, de acordo com o boletim de ocorrência, foram ameaçados com um cassetete e abandonados na rua Coronel Spínola de Castro.

De acordo com as vítimas, o suspeito cobrou pela corrida completa e exigiu que fosse bem avaliado junto à central do aplicativo.

A Polícia Civil rio-pretense solicitou a qualificação completa do indiciado junto à empresa. Ele deve ser ouvido nas próximas horas.

Daniele JAMMAL