Jacaré defende retorno da A3 no segundo semestre

A Federação Paulista de Futebol (FPF) se reuniu com representantes dos clubes da série A1, A2 e A3 durante esta segunda-feira (29) para definir o futuro das competições com a prorrogação da fase emergencial do Plano São Paulo. O presidente do Rio Preto, José Eduardo Rodrigues, se posicionou a favor da paralisação da Série A3 e o retorno do torneio no segundo semestre.

Rodrigues citou que o aumento de casos de Covid-19 tem gerado incertezas sobre o retorno do Paulistão. “Nenhum dos clubes que está disputando a Série A3 possui calendário no segundo semestre. Além disso, a vacinação já vai estar em um estágio mais avançado, dando mais segurança para todos. Já o retorno a curto prazo é incerto, pois não há garantia de que essa fase emergencial não será prorrogada mais uma vez”, afirmou o presidente.

Dhoje Interior

Por nota, a Federação informou que os clubes não comportam mais qualquer adiamento do retorno da competição e que a readequação de datas exigirá um enorme sacrifício das equipes. O término da Série A3 está mantido para o dia 6 de junho.

Com o lockdown em Rio Preto, o Jacaré já está há mais de duas semanas sem fazer treinamentos. O esmeraldino também registrou oito casos de Covid-19 entre os atletas e cinco na comissão técnica após o retorno da viagem para São Paulo, onde Rio Preto enfrentou o Nacional.

“Nós argumentamos com a Federação que falta isonomia, já que os outros times estão treinando e nós não podemos. Tentei procurar outros campos em cidades da região para treinar, mas todas as Prefeituras estão em uma situação difícil e tiveram que negar.. É uma situação muito complicada”, comentou o Rodrigues.

A FPF ainda não confirmou como ficará o calendário das partidas do Paulistão.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior