Influencer digital dá dicas de como fazer uma ‘make’ fácil e linda de Halloween

O dia de halloween é comemorado no dia 31 de outubro e é o maior feriado não cristão dos Estados Unidos. Em 2010, superou tanto o Dia dos Namorados e a Páscoa, como a data em que mais se vende chocolates. Ao longo dos anos foi “exportado” para outros países, entre eles o Brasil.

Com isso, a adaptação no nosso país foi ganhando formato e adeptos da data, que, atualmente, se caracteriza com decoração, comida e maquiagens típicas da celebração.
As ‘makes’ de halloween, em sua maioria, são inspiradas em personagens de filmes ou desenhos e existem das mais simples às mais elaboradas. A Nádia Zan, empresária, maquiadora e influencer digital rio-pretense, se especializou em maquiagem artística e, nessa época, foca suas ‘makes’ nos personagens de halloween.

Dhoje Interior

“A maquiagem artística caiu no meu colo. Eu já era maquiadora social e uma vez uma colega fez maquiagem artística em mim, mas, ser modelo não foi o suficiente. Comecei a pesquisar, escolhi uma e fiz em mim mesma. Vi que eu tinha muita facilidade para esse tipo de trabalho, muita facilidade para copiar. Depois fiz alguns cursos para me especializar”, explica a influenciadora.

Para quem quer fazer maquiagens para comemorar o halloween, Nádia indica pennywise, caveiras mexicanas e arlequina. “São maquiagens que arrasam no halloween, estão muito em alta e são mais fáceis de fazer. A arlequina, por exemplo, é só fazer um olho azul, outro vermelho, desenhar um coraçãozinho na bochecha e prender o cabelo. Além disso, tem as makes com máscaras que ficam mais fáceis”.

A maquiadora ainda complementa dizendo que a melhor dica é olhar o personagem e copiar. “Tem que tentar, tem que arriscar sem medo”.

História

Em sua “era moderna”, o Halloween continuou a criar sua própria mitologia. Em 1964, uma dona de casa de Nova York chamada Helen Pfeil decidiu distribuir palha de aço, biscoito para cachorro e inseticida contra formigas para crianças que ela considerava velhas demais para brincar de “doces ou travessuras”. Logo, espalharam-se lendas urbanas de maçãs recheadas com lâminas de barbear e doces embebidos em arsênico ou drogas alucinógenas.

Atualmente, o festival tem diferentes finalidades: celebra os mortos ou a época de colheita e marca o fim do verão e o início do outono no hemisfério norte. Ao mesmo tempo, vem ganhando novas formas e dado a oportunidade para que adultos brinquem com seus medos e fantasias de uma forma socialmente aceitável.

Ele permite subverter normais sociais como evitar contato com estranhos ou explorar o lado negro do comportamento humano. Une religião, natureza, morte e romance. Talvez seja este o motivo de sua grande popularidade.

Confira o passo a passo :