HB participará de estudo inédito de droga antiviral contra Covid-19

A médica Suzana Lobo vai conduzir o estudo no HB.

O Hospital de Base, através do seu Centro de Pesquisa Integrado (CIP), será um dos sete centros de pesquisas do país que participarão dos testes de fase 3 do antiviral molnupiravir, utilizado contra a Covid-19. A droga experimental possui mecanismo de ação contra a fase de replicação viral, que se dá nos primeiros dias da doença.

O medicamento está sendo desenvolvido pela biofarmacêutica americana MSD, em colaboração com a Ridgeback Biotherapeutics.MOVe-Out e avaliará o uso de 800 mg do molnupiravir, na forma de comprimidos orais, duas vezes ao dia, por cinco dias. Segundo a farmacêutica, a dosagem e forma de administração foram determinadas na fase anterior de pesquisa clínica e apresentaram bons resultados na ação antiviral em pacientes não hospitalizados com Covid-19 e com sintomas iniciais.

Dhoje Interior

Em Rio Preto, a pesquisa será conduzida pela médica Suzana Lobo, chefe do Serviço de Medicina Intensiva do Complexo Funfarme. De acordo com ela, a expectativa é iniciar os estudos nesta semana. A pesquisa tem previsão de duração de três meses e deverá contar com a participação de 30 a 100 voluntários. O HB contará com uma equipe à disposição para aplicar os medicamentos na casa do voluntário.

“Estamos procurando voluntários com mais de 18 anos e que tenham diagnóstico positivo recente para Covid-19, além de ter algum fator de risco, como ter mais de 60 anos ou possuir alguma comorbidade. O objetivo é pegar voluntários ainda no estágio inicial da doença e observar se o medicamento consegue reduzir a necessidade de internações”, comentou Suzana.

O estudo será no mesmo molde da pesquisa da vacina CoronaVac, em que um grupo recebe o medicamento e outro recebe placebo. “As análises da fase 2 demonstraram que participantes não hospitalizados que tomaram o medicamento tiveram menor chance de serem hospitalizados quando foi administrado molnupiravir em comparação a quem recebeu o placebo. Esperamos que num futuro muito próximo este medicamento se prove como um grande aliado no tratamento da covid-19 e no combate a pandemia”, afirmou a médica.

Além do HB, os testes serão conduzidos no Centro de Pesquisa Clínica do HC da USP, (São Paulo/SP), Instituto de Infectologia Emilio Ribas São Paulo (São Paulo/SP), Chronos Pesquisa Clínica, (Brasília/DF), Santa Casa da Misericórdia de Belo Horizonte, Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná (Curitiba/PR) e Hospital Tacchini, (Bento Gonçalves/RS).

Interessados em participar do estudo podem entrar em contato ligando ou enviando mensagens pelos WhatsApps (17) 99602-8728 ou (17) 99751-7708, onde o candidato responderá algumas perguntas. Em caso de dúvidas, a pessoa pode ligar no CIP pelo número 3201-5054.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior