Trabalhadores com salários reduzidos vão receber auxílio em maio

O Governo Federal anunciou nesta semana que começará a pagar em maio o auxílio emergencial para trabalhadores que tiveram redução de salário ou suspensão de contrato durante a pandemia.

Segundo a regulamentação feita pelo Ministério da Economia, o dinheiro será liberado em até 30 dias caso a empresa registre o acordo.

Dhoje Interior

O pintor William Luís Batista da Silva, de 32 anos, foi um dos afetados pela redução em São José do Rio Preto.

“Esse mês ficou muito difícil, pois foi uma coisa imediata. Se tivesse avisado com um mês antes dava pra gente se organizar financeiramente”, comentou.

Ele afirma também que pretende solicitar os R$ 600 do auxílio caso sua empresa registre o acordo.

O dinheiro será depositado na conta em que o empregado costuma receber o seu salário.

Até o momento, foram fechados acordos com 569 mil empresas, envolvendo cerca de 3,5 milhões de empregados.

O trabalhador poderá acompanhar o pagamento do benefício por meio do site servicos.mte.gov.br.

A medida 936, publicada no dia 1º de abril, autorizou acordos individuais entre patrões e trabalhadores para a redução de salário e jornada para funcionários que ganhem até três salários mínimos.

Também é possível realizar acertos individuais em outras faixas de renda, com descontos variando entre 25%, 50% e 70%.

Vinicius Lima