Governo de SP anuncia antecipação da vacinação em massa para adultos acima de 18 anos

Calendário de vacinação atualizado.

Pela primeira vez, o Governador João Doria fez uma coletiva em um domingo (13) e anunciou em mais de 30 dias a antecipação da vacinação em massa. Segundo o Governo do Estado, todos os adultos acima de 18 anos e sem comorbidades serão vacinados com a primeira dose até o dia 15 de setembro.

“Todos os paulistas, brasileiros e estrangeiros residentes em São Paulo, já estarão vacinados com a primeira dose da vacina até dia 15 de setembro”, informou o Governador.

Dhoje Interior

Doria ainda disse que “neste Natal a família e os amigos estarão reunidos e poderão se abraçar. As pessoas poderão voltar a viver com cautela e cuidado, mas a história começa a mudar e a esperança começa a chegar definitivamente ao Brasil”.

Os adultos de 40 a 59 anos que seriam vacinados em julho, já serão vacinados em junho. Serão quase 7,5 mi de pessoas vacinadas em um mês.

“É o maior avanço, sem dúvida, do programa de vacinação. Fruto de trabalho, planejamento e logística no sistema de saúde público do Estado de SP. É o senso de urgência para proteger vidas. A vacina vai vencer o vírus e a saúde vai vencer o negacionismo. Dia 15 de setembro será o ‘Dia da Esperança’”, ressaltou o Governador.

O Governador foi questionado sobre a importância da retomada econômica e qual o impacto essa antecipação traz para este setor. “Impacto importantíssimo. A retomada econômica está diretamente atrelada à vacinação. São Paulo lidera o PIB do país, com expectativa de crescimento de 7.6% neste ano. Se SP avança e cresce, ajuda o Brasil a avançar e crescer. Este ano estaremos conseguindo ativar a economia de SP e do Brasil. Eu estou confiante”, afirmou.

Sobre a questão da obrigatoriedade do uso de máscaras, Doria foi enfático em dizer que a vacinação não exime desta obrigatoriedade. “O uso das máscaras continua, assim como todos os protocolos de combate vigentes”.

Jean Gorinchteyn, Secretário Estadual de Saúde, falou sobre a retomada das aulas presenciais e alertou que a evolução no programa de vacinação está em ascendência, no entanto, “enquanto ainda não progredirmos como queremos, as escolas seguirão os atuais protocolos. A medida em que progredirmos na proteção e na vacinação, estaremos discutindo para definir novas estratégias”

De acordo com Regiane de Paula responsável pelo plano de vacinação em SP, o Estado terá quatro vacinas disponíveis: Coronavac (Butantan); Astrazeneca (Fiocruz); Pfizer e Janssen.

“A vacina da Janssen deve chegar nas próximas 24h. Todas as vacinas são boas devendo ser tomadas sem escolher. A única exceção é para as grávidas que deverão tomar coronavac ou astrazeneca”, explicou Regiane.

Por Andressa ZAFALON