Gerente é confundido com irmão assaltante e levado para o Plantão

Um caso inusitado foi registrado na Central de Flagrantes de Rio Preto, por volta das 23h40 desta segunda-feira. Um gerente de 32 anos, morador em Adamantina, foi detido por policiais militares na rua Tiradentes, porque ao pesquisarem seu nome no sistema constou que o mesmo estava preso.

Levado para o Plantão, foram feitas novas pesquisas e a polícia descobriu que quem se encontrava encarcerado no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Campinas é um irmão da vítima, que teve a prisão preventiva decretada por roubo.

Dhoje Interior

O presidiário tem cicatrizes e tatuagens, discriminadas em seu prontuário, e que são inexistentes no gerente, conforme foi verificado pelos policiais.

A suspeita é de que o criminoso tenha passado os dados pessoais do irmão no momento em que foi aprisionado.

O gerente foi orientado a procurar a Defensoria Pública para fazer a alteração no sistema Prodesp.

Daniele JAMMAL