Funfarme vai participar de novo estudo internacional da Covaxin

A Funfarme confirmou nesta segunda-feira (7) que vai participar dos estudos da Covaxin, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório da Índia Bharat Biotech. O estudo no Brasil é coordenado pelo Hospital Albert Einstein e será conduzido pelo Centro Integrado de Pesquisa (CIP) do Hospital de Base em Rio Preto. Não foram divulgadas informações sobre quando será o início dos testes na cidade.

A Anvisa autorizou na sexta-feira (4) a importação da Covaxin, juntamente com a Sputnik V da Rússia. A Covaxin é desenvolvida usando a tecnologia de plataforma derivada conhecida como Whole-Virion Inactivated Vero Cell (vírus inativados). As vacinas inativadas não se replicam e, portanto, é improvável que se revertam e causem efeitos patológicos, segundo o fabricante.

Essa vacina é administrada com duas doses, com intervalo de 28 dias. Os estudos na Índia indicam uma eficácia de 78% contra casos de Covid-19 leve, médios e graves.

O CIP iniciou na semana passada o recrutamento de cerca 800 voluntários para outra vacina, produzida pela biofarmacêutica Medicago. Além disso, a Famerp foi um dos polos de pesquisa da CoronaVac e também da Janssen. Ainda na última semana, o CIP também iniciou os estudos de uma nova vacina contra gripe desenvolvida pelo Instituto Butantan, que incluí quatro cepas do vírus Influenza.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior