Funfarme informa ao Estado que pode ampliar em 25 leitos de UTI

A Funfarme, fundação mantenedora do Hospital de Base de Rio Preto e do Hospital da Criança e Maternidade (HCM), informou que recebeu nesta segunda-feira (8) a solicitação da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo para ampliar o número de leitos de UTI para pacientes com covid-19.

Segundo a assessoria do HB, a diretoria analisou a situação interna da instituição na manhã desta segunda-feira e chegou a conclusão de que há condições de acrescentar mais 25 leitos de UTI aos 133 já existentes. Desde domingo (7), quando atingiu sua capacidade máxima nas UTIs, o Hospital de Base recebeu solicitação de internação de 70 pacientes, mas sem condições de atender.

Dhoje Interior

Mesmo com a ampliação, o diretor-executivo da Funfarme, Jorge Fares, não acredita que o Hospital possa atender toda a demanda. “A população, as autoridades, enfim, todos precisamos nos conscientizar de que, se não adotarmos o distanciamento e os cuidados necessários, o número de doentes, inclusive graves, continuará se multiplicando em ritmo acelerado, não havendo a mínima condição da rede de saúde de atendê-los. Faremos todo o possível, como sempre fizemos, para atender a população, porém, infelizmente, não depende somente de nós, profissionais da saúde, mas de toda a população”, afirmou.

Segundo o boletim divulgado pelo HB nesta segunda-feira (8), são 241 pacientes internados no local, sendo 109 na enfermaria e 132 na UTI. Seis altas e um óbito foram registrados nas últimas 24 horas. Neste mês de março já foram 154 internações contabilizadas. Desde o início da pandemia, o hospital já atendeu 3.872 pacientes de mais de 100 cidades.

A Funfarme informou que vai aguardar a manifestação da Secretaria de Saúde do Estado.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior