Feriado de Natal movimenta rodovias e coloca policiamento em operação

Entre as rodovias que devem registrar aumento no tráfego nos próximos dias estão a Washington Luís, Euclides da Cunha, Feliciano Sales Cunha, Assis Chateaubriand e Péricles Belini (Foto: Cláudio Lahos)

As rodovias paulistas já começaram a registrar um aumento no tráfego de veículos nesta sexta-feira (20), devido ao feriado de Natal. A Polícia Militar Rodoviária e a Polícia Rodoviária Federal iniciaram suas operações especiais, com o objetivo de reduzir o número de acidentes e imprudências.

A Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) estima que mais de 2,5 milhões de veículos deixem a Grande São Paulo com destino ao interior e litoral paulista.

Dhoje Interior

De acordo com a Triângulo do Sol, concessionária que administra trecho da Rodovia Washington Luís (SP-310), na região de Rio Preto (SP), são esperados 335 mil veículos entre São Carlos e Mirassol, entres os dias 20 e 26 de dezembro.

A ‘Operação Natal’ da Polícia Militar Rodoviária visa coibir o número de infrações nas rodovias, que são as principais causas de acidentes. Os trabalhos se estendem por mais de 22 quilômetros de malha viária e vão até as 23h59 de quinta-feira (26).

De acordo com o tenente da PMR, Marcus Vinícius Ferreira Pinto, entre as infrações a serem coibidas, estão o excesso de velocidade, ultrapassagens em locais proibidos, embriaguez ao volante, uso do celular ao volante, falta do uso de cinto de segurança, além de infrações cometidas por motociclistas, como as condições do capacete e uso de calçado adequado.

“Nosso foco é reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito, por isso é importante que o motorista verifique a documentação do carro e também a carteira de habilitação. Se possível, verificar também as condições da rodovia e também o trajeto, além de analisar as condições do veículo”, explica o tenente.

Entre as rodovias que devem registrar aumento no tráfego nos próximos dias estão a Washington Luís, Euclides da Cunha, Feliciano Sales Cunha, Assis Chateaubriand e Péricles Belini.

Ainda segundo o tenente, o efetivo foi dobrado para trabalhar esses dias e garantir a segurança do usuário na via.

“Nosso objetivo é estar presente em toda a região, não só fiscalizando, mas também orientando para que os motoristas façam uma boa viagem”, disse.

O motorista que for flagrado dirigindo sob o efeito de álcool poderá ser penalizado com multa de R$ 2.934,70, ter o veículo retido e também ter o direito de dirigir suspenso pelo período de 12 meses, além de responder criminalmente pela sua conduta, dependendo da circunstância em que for flagrado, com pena de seis meses a três anos.

BR-153

A Polícia Rodoviária Federal iniciou a ‘Operação Rodovida’ em todo o país. O trabalho, que vai até o dia 1º de março de 2020, visa reduzir a violência no trânsito durante o período das festas de final de ano, férias e o carnaval.

De acordo com o inspetor da PRF, Flávio Catarucci, o planejamento operacional prevê estratégicas de fiscalização e orientação educativa com o objetivo de coibir infrações que mais causam acidente.

“Entre as infrações que mais causam acidentes estão o excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas, uso do celular ao volante e a falta do cinto de segurança”, ressaltou.

A Triunfo Transbrasiliana, concessionária que administra o trecho paulista da Rodovia BR-153, estima que mais de 422 mil veículos percorram a via entre os feriados de Natal, de 20 a 25 de dezembro, e de Ano Novo, de 27 de dezembro a 1º de janeiro.

Em relação ao Natal, o Centro de Controle e Operações (CCO) da concessionária prevê maior tráfego de veículos neste sábado (21), com 45 mil veículos.

De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE), a previsão do tempo é de chuvas para o dia 25 para grande parte do Estado de São Paulo. Por conta das pistas molhadas, os motoristas devem aumentar os cuidados, principalmente com a velocidade e ultrapassagens, já que é necessário cuidado ao frear na via.

Outro fator importante é em relação ao trecho da BR-153 que corta Rio Preto, que está passando por obras de duplicação.

Alguns pontos já foram liberados, porém, há outros que estão impedidos e o motorista precisa ficar atento aos desvios e à sinalização na via.

Os condutores que não transitam pela BR 153 com frequência também vão notar a mudança na base da PRF, que passou para o quilômetro 69, sentido Bady Bassitt. Isso aconteceu devido às obras de duplicação da rodovia.

O antigo prédio, que ficava no final da Avenida Nossa Senhora da Paz e funcionou por mais de 30 anos, foi desativado e será demolido. A base da PRF é usada como referência para muitos motoristas, além de apoio para ocorrências.

FISCALIZAÇÃO MÓVEL ESTÁ VOLTA

Os radares móveis, que tiveram seu uso suspenso em rodovias federais após um decreto do presidente Jair Bolsonaro, serão utilizados novamente na BR-153.

A Polícia Rodoviária Federal está finalizando o processo administrativo para que os equipamentos voltem a operar.

A Justiça Federal deu prazo até segunda-feira (23) para a recolocação dos radares móveis nas rodovias federais.

Na BR-153, no trecho entre Icém e Ubarana, conta com quatro radares fixos e são de responsabilidade da concessionária que administra a via.

Nas rodovias estaduais, a fiscalização de velocidade por radares móveis continua normalmente e será realizada nos dias de operação.

Por Vinícius Lopes