Famerp terá financiamento dos EUA para pesquisa sobre Covid-19

Os Institutos Nacionais de Saúde (NIH), através do programa CREID (Centers for Research in Emerging Infectious Diseases – em português, Centros para Pesquisa de Doenças Infecciosas Emergentes), aprovaram um financiamento de 108 mil dólares para que o Laboratório de Pesquisas em Virologia da Famerp realize um programa de vigilância genômica avançado em coronavirus.

Com este novo financiamento, a Famerp vai aumentar a capacidade de sequenciamento de variantes de coronavirus e junto com os parceiros locais (Unesp e USP) vai analisar as características biológicas destes novos vírus.

Dhoje Interior

“O novo financiamento vai nos permitir agir rapidamente na identificação de novas variantes no interior de São Paulo, além de poder avaliar o efeito da vacinação em massa na evolução do vírus”, afirmou o professor e virologista Mauricio Nogueira, coordenador do LPV.

O LPV-Famerp faz parte do Programa CREID como um dos centros participantes do projeto CreateNeo, coordenado pela University of Texas Medical Branch. O CreateNeo (Coordinating Research on Emerging Arboviral Threats Encompassing the Neotropics, Pesquisa Coordenada em Ameacas Arbovirais Emergentes) é um programa de 5 anos de pesquisa em doenças virais emergentes que conta com a participação da Universidade Estadual do Novo Mexico, do Cary Institute, do Instituto Gorgas (Panama), Centro de Instrução de Guerra na Selvas (Exército Brasileiro), Fundação de Medicina Tropical de Manaus, Massachusetts Instutute of Technology, UFAM, UFMT, UFMG e INPA, além da FAMERP e UTMB.

Da REPORTAGEM