Exposição ao óleo nas praias pode causar câncer e infertilidade, diz Governo

FOTO: Teresa Maia/Reuters

O Ministério da Saúde publicou uma cartilha com orientações para os voluntários que ajudam na limpeza das praias “invadidas” pelo óleo vindo do oceano. Essa cartilha destaca, entre outras coisas que inalar vapores do óleo pode causar fortes enjoos, dores de cabeça e problemas respiratórios.

Mas o destaque da cartilha, fica por conta do contato direito com o material. Segundo a cartilha do Ministério divulgada em parceria com a Defesa Civil, o contato direto pode causar manchas na pele, inchaço e a exposição de longo prazo (caso de muitas pessoas que estão nestes lugares atingidos) o risco é de câncer e de infertilidade.

Dhoje Interior

A cartilha, porém, não diz exatamente o tempo de exposição necessário para que esses problemas mais graves surjam.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, pescadores relataram dores de cabeça, náuseas e tonturas (consideradas reações de curto prazo listadas na cartilha do Governo). Ainda de acordo com essas informações, até a última quinta-feira (24), a Secretaria Estadual de Pernambuco havia registrado 19 casos de intoxicação.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que não há alerta do governo e que ainda serão feitos estudos sobre os efeitos do óleo na cadeia alimentar.

Por Ygor ANDRADE – informações O ESTADO DE SÃO PAULO