Estoquista cai no golpe do cartão clonado e perde R$ 30 mil

Um estoquista de 51 anos, morador na Vila Zilda, em Rio Preto, é a mais nova vítima do golpe do cartão clonado.

Ele perdeu R$ 30 mil, após entregar cinco cartões de três bancos diferentes para um motoboy, que se apresentou como sendo funcionário da Caixa Econômica Federal.

Dhoje Interior

L.C.I. procurou a Central de Flagrantes na madrugada deste sábado para comunicar o estelionato.

Conforme contou à polícia, nesta sexta-feira recebeu uma ligação telefônica de uma suposta representante da CEF, que disse que deveria cancelar o cartão, pois haviam feito compras e empréstimos em seu nome em Araraquara.

Após ser convencido pela golpista da veracidade da história, J. passou senha, letra e dados pessoais para o suposto cancelamento. Em seguida, escreveu uma carta de próprio punho para ser entregue à polícia e entregou cinco cartões para um motoboy.

Familiares que tomaram ciência do caso desconfiaram e falaram que não era o procedimento padrão do banco.

Ao entrar em contato com a agência, o estoquista descobriu que haviam sido feitas compras e saques, totalizando R$ 30 mil de prejuízo.

Até o fechamento desta matéria, não havia pistas sobre os autores.

Daniele JAMMAL