Entidades aprovam decreto que amplia o horário do atendimento

Setor de restaurantes vive incerteza do horário de funcionamento.

A Acirp (Associação Comercial e Empresarial) enviou uma nota se mostrando satisfeitos e otimistas com o novo decreto.

“A decisão do Governo do Estado é acertada e faz ajustes importantes para alguns setores da economia. Estendendo o horário até às 21h, deixa mais viável o funcionamento de alguns estabelecimentos, como o setor de bares e restaurantes – porque sabemos que o brasileiro não tem costume de sair cedo para jantar – e dá um fôlego a mais para os empresários. Para o comércio em geral, junto do aumento de 5% na capacidade, a atualização também está adequada”, diz a nota da Associação.

Dhoje Interior

O Sincomercio (Sindicato do Comércio Varejista) também considera como um excelente avanço. “Essa uma hora a mais e o aumento no percentual de clientes que podem frequentar o estabelecimento consideramos um avanço. Temos um certo receio, porque o avanço é a nível Estadual, a nível municipal é um pouco preocupante, haja vista o que aconteceu semana passada quando o decreto estadual permitia funcionamento até às 20h e a Prefeitura barrou em oito horas de funcionamento. Então, ao mesmo tempo que a gente enxerga isso como um avanço excelente, nós temos um receio do que vai acontecer com as atitudes da Prefeitura Municipal”, ressalta Ricardo Arroyo, vice-presidente do Sincomercio.

A reportagem apurou que o setor de restaurantes já está programado para abrir amanhã até às 21h, devido ao desencontro de informações do Estado com o Município. Isso acontece porque o decreto municipal vigente vai até o domingo (9) e o decreto estadual passa a vigorar a partir de sábado (8). Para que o município siga o decreto estadual, o Executivo teria que publicar um novo decreto alinhando as regras e revogando o que vale até domingo (9), mas isso não foi feio.

Por Andressa ZAFALON