Empresa registra queixa após carga de soja não ser entregue no prazo

No final da tarde da última segunda-feira (6) o representante de uma empresa de logística de transporte procurou a Central de Flagrantes por volta das 17h30 para relatar que contratou um motorista de 33 anos para a entrega de uma carga de 37 toneladas de farelo de soja no dia 12 de agosto, porém a carga não chegou ao destinatário. 

Segundo as informações do boletim de ocorrência, a empresa foi informada pelo cliente no dia 19 de agosto que a carga, que deveria ser entregue no dia 13 em Bebedouro/SP, não chegou, assim a empresa entrou em contato com o motorista que informou não ter entregado a carga pois foi vítima de um roubo em Lins/SP. 

Dhoje Interior

Em seguida o homem forneceu um boletim de ocorrência com supostas inconsistências de informações o que levantou suspeito do representante. 

Na segunda-feira o representante entrou em contato com policiais civis que constataram que realmente o boletim de ocorrência possuía inconsistências no formato e nas informações e por isso entraram em contato com o motorista que voltou a afirmar que foi roubado em Lins. 

Por fim o representante registrou um Boletim de Ocorrência de apropriação indébita, falsificação de documento público e uso de documento falso que posteriormente foi encaminhado para o 1º Distrito Policial. 

Colaborou – Bruna MARQUES – Redação Jornal DHoje Interior